PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Buffon

Marcelo Moreno, Buffon e Ibra: veja jogadores que retornaram para se aposentar onde foram ídolos

Atacante boliviano foi anunciado pelo Cruzeiro para um jogo de despedida em Mina Gerais

13 mar 2024 - 19h00
(atualizado às 19h00)
Compartilhar
Exibir comentários

O Cruzeiro anunciou Marcelo Moreno para um jogo de despedida que confirmará a aposentaria do atacante boliviano ccom passagem pelo clube de Minas. Jogando pela equipe de Belo Horizonte, ele foi campeão estadual duas vezes e uma vez campeão brasileiro. Ainda não há definição de qual será a partida derradeira. O maior artilheiro da seleção boliviana vai integrar o elenco e treinar na Toca da Raposa para recuperar o condicionamento físico até que seja possível jogar.

Além dos títulos, Marcelo Moreno fez empréstimos ao Cruzeiro antes da compra pela SAF gerida por Ronaldo Fenômeno. Ele era um dos nomes na lista de credores apresentada pelo clube para o processo de recuperação judicial. O jogador já afirmou não ter se arrependido da atitude e vai receber R$ 33 milhões, relativos ao empréstimo e outras dívidas, com o procedimento financeiro.

No Brasil, o atacante também tem passagens por Vitória, Grêmio e Flamengo. A idolatria, contudo, foi estabelecida em Belo Horizonte. O Estadão relembra outros jogadores que, no fim da carreira, retornaram a clubes em que foram ídolos para se aposentar.

2. Ibrahimovic

O sueco mais marrento do futebol tem passagens por gigantes europeus, inclusive pela Inter de Milão, mas foi do lado rossonero que Ibrahimovic encerrou a carreira. O atacante foi campeão italiano na temporada 2010/11 com o MIlan. Acontece que, após a saída dele, o Milan viveu uma seca na liga nacional. O retorno foi no fim de 2019. Na temporada 2021/22, ele ajudou a recolocar o Milan no topo da Itália. Ao se aposentar, em 2023, confessou que "sempre será um milanista".

5. Lucas Leiva

O volante surgiu no Grêmio em um momento difícil, durante a Série B do Campeonato Brasileiro em 2005. Rapidamente, ele assumiu a posição de titular até 2007, quando foi para o Liverpool, onde ficou por dez anos. Após cinco anos na Lazio, Lucas Leiva retornou ao Grêmio, novamente na Série B, em 2022. No começo de 2023, ele foi obrigado a se aposentar por um diagnóstico de fibrose cardíaca (desgaste de um tecido do coração).

6. Romário

O caso de Romário intriga porque ele "se aposentou duas vezes". A primeira, no Vasco, em 2008, depois de ter assumido até a função de treinador simultaneamente. No ano seguinte, contudo, o Baixinho voltou para fazer uma única partida pelo América-RJ, time do coração do pai. Segundo o atacante, o jogo foi feito para realizar o sonho de Edevair, morto em 2008. Apesar de não ter jogado no clube antes, ele se dizia torcedor americano. Na única vez em que entrou em campo, o atacante sagrou-se campeão da segunda divisão carioca. Atualmente, ele acumula a função de presidente do América-RJ com a de senador.

7. D'alessandro

O argentino é um dos maiores ídolos do Internacional. D'alessandro deixou o clube em 2020, aos 39 anos. Parecia ser o fim do ciclo que teve a conquista da Libertadores da América em 2010 com auge. Entretanto, após um ano, ele retornou a Porto Alegre, aos 41 anos, para vestir a camisa vermelha pela última vez. Na despedida, uma simples rodada de Brasileirão, o camisa 10 marcou e foi ovacionado no Beira-Rio.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade