PUBLICIDADE

Meninos da Vila resolvem e Santos vence o Deportivo Lara

O Santos controlou a partida e conseguiu a vitória por 2 a 1. No entanto, os venezuelanos tiveram gol anulado e sonham com a classificação

9 mar 2021 21h17
| atualizado às 21h38
ver comentários
Publicidade

Em partida de ida da segunda fase da Libertadores, o Santos venceu o Deportivo Lara-VEN por 2 a 1, na Vila Belmiro. Vinícius Balieiro e Kaiky marcaram para os mandantes, enquanto Ignacio Anzola descontou para os visitantes.

Com o resultado, qualquer empate ou vitória dos comandados de Ariel Holan classifica os brasileiros. Caso vença por 1 a 0, o Lara consegue a classificação. O duelo de volta acontece na próxima terça-feira (16), às 19h15, em Caracas.

Meninos da Vila ligados

A partida começou com o Santos controlando o jogo, trocando passes e buscando jogadas pela lado, com Soteldo e Ângelo.

E foi com o garoto de 16 anos que o Peixe teve a grande chance de abrir o placar. Em jogada individual do camisa 27, ele cruzou no meio da área para Marcos Leonardo. O atacante testou de peixinho, obrigando Curiel a realizar defesa espetacular.

Vinícius Balieiro e Kaiky marcaram seus primeiros gols pelo Peixe (Foto: AFP)
Vinícius Balieiro e Kaiky marcaram seus primeiros gols pelo Peixe (Foto: AFP)
Foto: Lance!

Aos 19, Felipe Jonatan recebeu na área mas demorou para chutar. Ele tocou para Lucas Braga. O atacante perdeu o controle da bola, que parou em Ângelo, mas o cruzamento parou nas mãos do goleiro.

Resposta venezuelana

O Deportivo Lara, que se defendia com cinco defensores e explorava os contra-ataques, chegou duas vezes com perigo e quase abriu o placar.

A primeira foi com Barrios, que chutou de fora da área, e a bola desviou na marcação e passou ao lado. Aos 33 minutos, de muito longe, o capitão Bueno cobrou falta com perfeição, forçando João Paulo a se esticar e realizar grande defesa.

Começo maluco de segundo tempo

Logo no começo da segunda etapa, o Santos seguia com postura ofensiva e abriu o placar. Aos 4 minutos, em boa jogadas dos volantes Sandry e Alisson, o camisa 5 tentou cruzar e a bola sobrou para Vinícius Balieiro, que estufou as redes.

No entanto, os venezuelanos não se abalaram e buscaram o empate dois minutos depois. Em cobrança de escanteio, os jogadores santistas vacilaram no posicionamento, a bola se ofereceu na segunda trave para Anzola, que empurrou para o gol.

Zagueiro inspirado

Depois dos gols, o roteiro da partida continuou o mesmo, com o Peixe pressionando e o Lara se defendendo. Mas os visitantes flertaram com a virada.

Após cruzamento, o zagueiro Anzola apareceu na área e bateu no cantinho. O defensor marcaria seu segundo tento na partida, mas o bandeirinha flagrou impedimento e anulou o lance.

A base é forte

Mesmo com o susto, o Santos não se acanhou e buscou novamente a liderança no placar. Jean Mota cobrou escanteio e o jovem Kaiky testou firme no canto direito do goleiro, estufando as redes e anotando seu primeiro gol pelo Peixe.

O gol aumentou a moral dos jogadores santistas, que pressionavam e criavam para aumentar a vantagem. No entanto, o goleiro Curiel impediu que os brasileiros construíssem uma maior vantagem na Vila Belmiro, fazendo ao menos três importantes defesas nos últimos 15 minutos.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 1 DEPORTIVO LARA

Data e hora: 9 de março, às 19h15

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Horário: 19h15

Árbitro: Andrés Matonte (Uruguai)

Assistentes: Carlos Barreiro (Uruguai) e Horácio Ferreiro (Uruguai)

Cartões amarelos: Alisson e Vinícius Balieiro (Santos); Ignacio Anzola, Darwin Gómez, Jean Castilo Martín Brignani (Deportivo Lara)

Cartão vermelho:

GOLS: 1-0 Vinícius Balieiro (4'/2T); 1-1 Ignacio Anzola (6'/2T); 2-1 Kaiky (24'/2T)

SANTOS

João Paulo; Vinícius Balieiro, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Sandry (Gabriel Pirani, 12'/2T) e Jean Mota (Marcos Leonardo, 23'/2T); Lucas Braga, Ângelo (Bruno Marques, 30'/2T) e Soteldo. Técnico: Ariel Holan.

DEPORTIVO LARA

Luis Curiel; Jonathan España, Ignacio Anzola, Cristopher Rodríguez e Víctor Sifontes; Jesús Bueno, Meleán, Segovia (Jean Castillo, 32'/2T) e Barrios (Jesús Silva, 26'/2T); Dárwin Gómez e Salazar (Ángel Sánchez, 28'/2T). Técnico: Martín Brignani.

 

Lance!
Publicidade
Publicidade