0
Logo do Vasco
Foto: terra

Vasco

Justiça mantém penhora do Vasco a favor de Natasa Leto

Desembargadora negou recurso do clube contra dívida com a croata Natasa Leto, também conhecida por Nataša Osmokrović, que atuou em São Januário na temporada 2000/2001

16 mai 2018
17h23
atualizado às 17h51
  • separator
  • comentários

O Vasco sofreu mais uma derrota na Justiça. A desembargadora Patrícia Ribeiro Serra Vieira, da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, julgou e negou na última terça-feira recurso do clube contra penhora de R$ 1.167.685,72 do patrocínio com a Caixa Econômica Federal por dívida com a croata Natasa Leto, também conhecida por Nataša Osmokrović, ex-jogadora de vôlei do Cruz-Maltino no início deste século.

Natasa jogou no time de vôlei do Vasco na temporada 2000/2001 - o time foi vice-campeão da Superliga Feminina de Vôlei na ocasião. A croata está desde 2005 está na Justiça tentando receber atrasados. Conseguiu no período várias penhoras, mas o clube seguia recorrendo e evitando o pagamento. Em 2017 foi feito um acordo entre as partes, mas descumprindo depois, fazendo com que a ex-jogadora acionasse a Justiça novamente.

Com a decisão (veja a íntegra abaixo), a verba de patrocínio do Vasco com a Caixa, em contrato master válido durante o ano passado, seguirá penhorada, frustrando os desejos do clube para liberação deste valor de olho no momento financeiro delicado que vive. Ainda não está definido se a diretoria do Vasco irá promover a entrada de outros recursos, inclusive em instâncias superiores, após perdas nos dois graus judiciários iniciais.Desembargadora Patrícia Serra, da 10a Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RJ, negou recurso do Vasco contra penhora de R$ 1.167.685,72 do patrocínio da Caixa, por dívida com a croata Natasa Osmorkrovic, jogadora de vôlei do Vasco no início deste século. Espia íntegra #lanceVAS pic.twitter.com/Vn4jZjiMFn

Veja também

 

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade