3 eventos ao vivo

Flamengo dispensa cinco sobreviventes de incêndio no Ninho

Clube não conta mais Felipe Cardoso, João Vitor Gasparin Torrezan, Naydjel Callebe Boroski Struhschein, Wendel Alves Gonçalves e Caike Duarte Pereira da Silva

16 jan 2020
21h02
atualizado às 22h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Nesta semana, o Flamengo dispensou cinco dos 16 jovens que sobreviveram à tragédia do incêndio do Ninho no Urubu, que vitimou dez garotos das categorias de base, no dia 8 de fevereiro do ano passado. O clube alega "decisão técnica", que faz parte do processo natural da avaliação anual.

Ninho do Urubu: CT do Flamengo e onde moram garotos da base (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Ninho do Urubu: CT do Flamengo e onde moram garotos da base (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Foto: LANCE!

A informação foi publicada pelo jornal "O Dia". Os dispensados atendem por Felipe Cardoso (2003), João Vitor Gasparin Torrezan (nascido em 2005), Naydjel Callebe Boroski Struhschein (2005), Wendel Alves Gonçalves (2005) e Caike Duarte Pereira da Silva (2005).

Um dos feridos e que teve 30% de seu corpo queimado, Jhonata Ventura voltou a treinar nesta quinta-feira, ainda sem bola e com atividades físicas leves.

Cabe destacar que todos os sobreviventes já fizeram acordo indenizatório com o Fla, que, ao todo, não estendeu vínculo com 30 garotos da base para este ano. Além de Ventura, os outros sobreviventes que permanecem no Rubro-Negro são: Cauan Emanuel, Francisco Dyogo, Rayan Lucas, Kayque Soares, Gabriel de Castro, Samuel Barbosa, Felipe Chrysman e Jean Sales.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade