2 eventos ao vivo

'Estou pronto', diz Matheus Matias, atacante apresentado no Corinthians

De origem muito humildade, Jovem de 19 anos vem de apenas uma temporada profissional com o ABC-RN, mas mostra personalidade ao se colocar à disposição até para o Dérbi

22 fev 2018
13h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

É só Matheus Matias começar a falar para você identificar a origem humilde do atacante de 19 anos, recém-contratado pelo Corinthians e apresentado nesta quinta-feira no CT Joaquim Grava. Poucas palavras, sotaque nordestino, susto pela quantidade de jornalistas na sala de imprensa. Mas o goleador máximo da temporada ao marcar dez gols com a camisa do ABC-RN até o momento não é bobo e já se colocou à disposição do técnico Fábio Carille, inclusive se fosse para o clássico deste sábado contra o Palmeiras.

Matheus foi apresentado nesta quinta no CT e recebeu a camisa do diretor Duílio Monteiro Alves (Foto: Marcio Porto)
Matheus foi apresentado nesta quinta no CT e recebeu a camisa do diretor Duílio Monteiro Alves (Foto: Marcio Porto)
Foto: Lance!

- Dentro do tempo comum eu espero achar meu espaço. Estou pronto. Se ele (Carille) optar por mim, vou tentar dar o meu melhor e fazer os gols. Se ele optasse por mim , com certeza eu iria jogar naturalmente, tranquilamente (o clássico) - afirmou Matheus Matias, pouco depois de receber a camisa do Corinthians das mãos do diretor Duílio Monteiro Alves, ao lado do zagueiro Marllon.

A humildade de Matheus também pôde ser vista quando ele foi perguntado sobre quem era sua referência no futebol.

- Wallyson, do ABC - disse, sempre com poucas palavras.

Para quem não sabe, Wallyson é um atacante de 29 anos que iniciou a carreira no ABC, e voltou agora por empréstimo. Ele despontou no Atlético-PR, passou pelo São Paulo Cruzeiro e Botafogo, até rodar por diversos clubes menores do país. É potiguar, assim como Matheus, que está apenas em sua primeira temporada como profissional. O exemplo do jogador que saiu de condições adversas para ganhar notoriedade no futebol certamente inspira o agora corintiano.

Matheus perdeu o pai há dois anos e virou o principal responsável por sustentar a família. Para isso, chegou a atuar em cinco jogos no mesmo dia.

- De manhã, eu jogava no ABC. À tarde, jogava fut-7. À noite, jogava futsal. Essa foi a forma de eu colocar a comida em casa. Tive uma oportunidade, graças a Deus agarrei e estou aqui - relembrou.

O jogador tem 1,87m e disse que era meia na base até ser testado como centroavante. É uma aposta do Corinthians para o futuro. O clube adquiriu 90% de seus direitos econômicos e deixou dez com o ABC. Matheus chegou em condição física abaixo do ideal, mas no primeiro treino fez um gol em Cássio.

Veja também:

Willian no Arsenal, Rafinha fora do Fla e rodada do Brasileiro são os destaques da Coluna de Vídeo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade