1 evento ao vivo

Árbitro relata invasão de dirigente para mostrar dinheiro

Paulo Henrique de Melo Salmazio diz que dirigente do Juventude, Carlos Chiles, direcionou notas de cem reais para árbitro após revés por 3 a 0 para o Tombense

4 set 2016
22h59
atualizado em 5/9/2016 às 10h07
  • separator
  • comentários

A polêmica que entrou em campo na Série C não passará em branco. No dia seguinte à atuação da arbitragem render broncas e até invasão de campo da diretoria do Juventude durante o revés por 3 a 0 para o Tombense, o árbitro Paulo Henrique de Melo Salmazio denunciou na súmula um dos dirigentes do clube gaúcho.

Na súmula, o juiz afirmou que o diretor do Juventude, Carlos Chiles, teria invadido o campo e ido na direção dos vestiários para dar notas de dinheiro e direcionar ofensas.

Carlos Chiles teria chamado árbitro de 'ladrão e vagabundo' (Foto: Divulgação)
Carlos Chiles teria chamado árbitro de 'ladrão e vagabundo' (Foto: Divulgação)
Foto: LANCE!

O árbitro apontou que o dirigente teria proferido palavras como "Seu ladrão, vagabundo, toma esse cem reais para você', pegando o bolo de dinheiro e mostrando a nota de cem reais".

Na derrota por 3 a 0, dois jogadores do Juventude foram expulsos, e a atuação deixou o clube de Caxias do Sul com 24 pontos, na sexta colocação do Grupo B. No seu site, o clube definiu a situação como "O principal personagem do jogo foi Paulo Henrique de Melo Salmazio-MS que, acompanhado de seus auxilares, protagonizou a pior atuação de um árbitro vista nos últimos anos"

 

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade