1 evento ao vivo

Elogiado, Valentim é visto com a "oportunidade da vida"

Técnico interino após a saída de Cuca, auxiliar da comissão fixa do clube deve encerrar a temporada no cargo. Mano Menezes ainda é o principal candidato à vaga em 2018

16 out 2017
07h02
atualizado às 08h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Elogiado por Dudu, Alberto Valentim ouviu palavras de apoio também de Willian, artilheiro do Palmeiras no ano com 17 gols. Técnico interino depois da saída de Cuca, o auxiliar da comissão fixa do Verdão está vivendo a maior "oportunidade da sua vida", de acordo com o centroavante.

- Quem vai chegar, quem vai ser o treinador... Isso fica com a diretoria. Precisamos estar com a cabeça voltada para fazer o nosso trabalho. Estamos felizes pelo trabalho do Alberto. Todos sabíamos a capacidade dele. Ele já teve essa oportunidade e, quando cheguei ao clube, todos falaram da forma de trabalho dele. Ficamos felizes. É a oportunidade da vida dele. Temos de dar respaldo bacana, e pensar no grupo - disse Willian.

Valentim está na sua quinta passagem como técnico interino no Palmeiras - são 11 jogos no período (sete vitórias, um empate e três derrotas). Auxiliar desde 2014 no Verdão, ele saiu em dezembro para uma experiência como treinador, no Red Bull. Depois do Paulista, voltou ao clube a pedido de Cuca.

A intenção era que o ex-técnico, que saiu na sexta, terminasse de preparar o auxiliar para assumir a função no início de 2019. Agora, Mano Menezes é o favorito para ser o treinador em 2018. Ainda assim, Valentim deve ter, pelo menos, esta reta final de Brasileiro para mostrar seu trabalho.

- Agora temos de dar sequência na competição com o Alberto, que também é um grande treinador, e tem a oportunidade da vida dele. Que possamos, cada vez mais, nos fortalecer para alcançarmos o nosso objetivo, que é ficar lá em cima na tabela - acrescentou Willian.

- É claro que nunca é bom quando sai um treinador, e realmente essa cobrança é maior ainda para os jogadores, pelo resultado que não está acontecendo. Infelizmente, isso faz parte do futebol. Sou muito grato pelo trabalho que o Cuca fez, pela confiança que deu para mim e para os meus companheiros. Infelizmente, não tivemos uma sequência, não conseguimos a arrancada que o Cuca tinha planejado. Faz parte do futebol - encerrou.

 

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade