2 eventos ao vivo

Cereto diz que Neymar não deveria ser convocado para Seleção

Na opinião de Marcelo Barreto, Neymar deveria ser excluído por coerência, já que Tite deixou Douglas Costa de fora por indisciplina

29 abr 2019
16h48
atualizado às 17h54
  • separator
  • comentários

Carlos Cereto afirmou durante o programa 'Acabou a Brincadeira', do Sportv, que não convocaria Neymar para a Copa América, após o jogador do PSG agredir com um soco um torcedor do Rennes que o filmava com o celular e o provocava enquanto o brasileiro subia às tribunas do estádio para receber a medalha de prata, após o vice da Copa da França.

"Eu digo não para o Neymar. Está na hora de coloca-lo no cantão. Está na hora do Neymar prestar atenção. Eu não convocaria para a Copa América. Eu daria um tempo no Neymar neste momento", afirmou o apresentador.

Carlos Cereto diz Neymar precisa levar um 'susto' (Foto: Reprodução)
Carlos Cereto diz Neymar precisa levar um 'susto' (Foto: Reprodução)
Foto: LANCE!

Marcelinho Carioca, convidado do programa, afirmou que Neymar precisa ouvir 'nãos', mas defendeu que o jogador seja convocado para a Copa América.

"Eu acho que alguém tem que ter uma conversa séria com ele. Muitos têm medo de dizer 'não' para ele, de puxar o freio de mão dele. Punir o talento, devido à escassez que nós estamos vivendo, nós vamos nos prejudicar mais ainda. Eu acho que tem que convocar, mas, se ele estiver mal, tem que tirar, ter uma conversa no grupo, falar que não é melhor que ninguém", disse.

Marcelo Barreto também opinou no caso. O apresentador do 'Redação Sportv' afirmou que, por questão de coerência, o jogador deveria ficar de fora da lista final, já que Douglas Costa já deixou de ser convocado por Tite por caso de indisciplina. Para ele, a convocação de Neymar deixaria claro que o jogador tem privilégios dentro do grupo.

"Se ele cortou o Douglas Costa por conta de uma cusparada, tem que cortar o Neymar por causa de um soco. Eu sei que o momento é muito mais delicado, mas convocar o Neymar agora passa a impressão que ele tem privilégios, que ele pode dar soco enquanto o outro não pode dar cusparada. Por uma questão de coerência, tava na hora de dar um tempinho no Neymar", afirmou Barreto.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade