PUBLICIDADE

Jogos de Paris

Paris 2024 pede vigilância em meio a campanha de desinformação

14 nov 2023 - 15h31
Compartilhar
Exibir comentários

Os organizadores dos Jogos Olímpicos do próximo ano pediram vigilância após serviços de segurança franceses descobrirem uma campanha de desinformação proveniente do Azerbaijão com o objetivo minar a capacidade de Paris de realizar o evento.

A campanha, com fotos e um vídeo vistos por milhões de pessoas mostrando confrontos entre a polícia francesa e manifestantes, foi veiculada com o slogan #boycottparis2024 após os tumultos na capital da França no final de junho, de acordo com o Viginum, órgão de vigilância que monitora interferências digitais estrangeiras.

"Entre agora e os Jogos, Paris 2024 continuará a monitorar, em conjunto com as autoridades competentes, a veracidade das informações que circulam sobre o evento e sua organização", disse a organização dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 em comunicado nesta terça-feira.

A nota pede que a mídia, os formadores de opinião e o público devem verificar a autenticidade das informações nas redes sociais com fontes oficiais antes de repassá-las.

O Viginum disse que não conseguiu vincular a campanha diretamente às autoridades do Azerbaijão.

Nem o governo azeri nem o gabinete do presidente estavam disponíveis para comentar o assunto. A embaixada do Azerbaijão em Paris não respondeu a um pedido de comentário.

Os laços entre Paris e Baku têm sofrido tensões nos últimos meses e pioraram desde que o Azerbaijão assumiu o controle da região de Nagorno-Karabah.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade