PUBLICIDADE

EUA vencem França e conquistam o tetra no basquete masculino

Kevin Durant brilha e é fundamental para vitória por 87 a 82 dos norte-americanos, que faturaram em Tóquio o 4º ouro seguido na modalidade

7 ago 2021 01h42
| atualizado às 02h07
ver comentários
Publicidade

Os Estados Unidos se sagraram tetracampeões olímpicos do basquete em Tóquio. Em final disputada contra a França, encerrada na madrugada deste sábado (pelo horário de Brasília), o time comandado por Gregg Popovich venceu a equipe europeia por 87 a 82 e garantiram a conquista do quarto ouro consecutivo da equipe masculina do país na modalidade.

Jogadores dos Estados Unidos comemoram o ouro após a vitória sobre a França
Jogadores dos Estados Unidos comemoram o ouro após a vitória sobre a França
Foto: Kyodo/Reuters

Kevin Durant e Jaysom Tatum foram os destaques ofensivos do triunfo, com 29 e 19 pontos, respectivamente. E essa também foi a 16ª medalha de ouro do basquete norte-americano em Jogos Olímpicos. Essa foi a 20ª edição de um torneio do basquete masculino na história da Olimpíada - e apenas  nos Jogos de Atenas-2004, Seul-1988, Moscou-1980 e Munique-1972 o ouro não ficou com os EUA.

No duelo deste sábado, o primeiro quarto teve os primeiros 10 minutos bastante equilibrados, com placar de 22 a 18 para os norte-americanos. Kevin Durant foi decisivo pela equipe, enquanto Rudy Gobert protagonizou as principais boas jogadas da equipe francesa. Com apenas 15 minutos de jogo, o ala do Brooklyn Nets já somava 19 pontos.

No segundo quarto, o equilíbrio se manteve, com os Estados Unidos ainda na frente, com 44 a a 39. Durant foi para o intervalo com 21 pontos, enquanto Jayson Tatum somou 11 pontos e quatro rebotes. Pelo lado francês, Gobert aumentou os números para 13 pontos e sete rebotes.

Evan Fournier era até ali o segundo melhor pontuador dos europeus, com 11 pontos. Na volta do intervalo, a equipe norte-americana abriu vantagem de oito pontos e fechou o terceiro quarto em 71 a 63, com Durant aumentando os números para 27 pontos e Tatum, para 16.

O último quarto foi de bastante emoção para os dois lados. A França conseguiu trazer a diferença para apenas três pontos com boas jogadas de Fournier e Ntilikina, mas os Estados Unidos abriram de novo com cestas decisivas de Jrue Holiday e Damian Lillard e abriram 10. Nos segundos finais, a França ameaçou pressão, mas não evitou a derrota por 87 a 82. 

Lance!
Publicidade
Publicidade