4 eventos ao vivo

Fair play: hipismo não registra casos de doping na Rio 2016

Todos os testes anti-doping realizados em atletas e cavalos participantes da Rio 2016 deram negativo

1 set 2016
10h00
  • separator
A amazona Charlotte Dujardin, da Grã-Bretanha
A amazona Charlotte Dujardin, da Grã-Bretanha
Foto: Divulgação FEI

O hipismo olímpico tem mais uma razão para celebrar: todos os testes antidoping realizados em atletas e cavalos participantes da Rio 2016 deram negativo. Ao todo, foram testados 60 cavalos, 30% do total dos 200 animais que competiram.

"Manter nosso esporte limpo é uma parte central do nosso trabalho diário na FEI, mas não ter nenhuma incidência de doping tanto em Londres quanto no Rio é algo para qualquer esporte ficar orgulhoso, especialmente porque estamos testando cada vez mais substâncias", disse Ingmar De Vos, presidente da FEI (Federação Equestre Internacional).

Segundo informações da CBH (Confederação Brasileira de Hipismo), todos os animais dos medalhistas individuais e dos 4º colocados foram testados, e pelo menos um cavalo de cada um dos times medalhistas. Também foram feitos testes em animais escolhidos aleatoriamente.

Já os atletas humanos foram testados pelo Comitê Olímpico Internacional e todas as amostras deram negativo. Foram testados os quatro primeiros colocados individuais e por equipes, além de atletas escolhidos ao acaso.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Fonte: Terra
publicidade