0

Palmeiras leva virada do Guarani em Campinas e perde invencibilidade

3 jul 2019
21h13
atualizado às 21h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Em amistoso preparatório para a sequência da temporada, o Palmeiras perdeu para o Guarani por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Edu Dracena abriu o placar no primeiro tempo, mas Diego Cardoso, de pênalti, e Bady viraram para o Bugre na etapa complementar.

Com o resultado, o time dirigido por Luiz Felipe Scolari vê sua invencibilidade de 15 jogos na temporada acabar. A última derrota havia sido o 1 a 0 para o San Lorenzo, na Argentina, no dia 2 de abril, pela Copa Libertadores. Desde então, o atual campeão brasileiro havia obtido 13 vitórias e dois empates.

O primeiro compromisso oficial do Palmeiras após a Copa América é o duelo com o Internacional, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Allianz Parque, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Antes, porém, o elenco faz jogo-treino contra o Operário-PR, nesta quinta, na Academia de Futebol, com os jogadores que não atuaram nesta noite.

Pelo Campeonato Brasileiro, do qual é o líder, o Verdão volta a jogar no dia 13, quado enfrenta o São Paulo, no Morumbi. Já o Guarani entra em campo na próxima sexta-feira, às 19h15, para encarar o CRB, em Maceió, pela nona rodada da Série B. O Bugre figura na vice-lanterna da competição, com míseros cinco pontos.

O Jogo - Com sua formação considerada titular, o Palmeiras começou dominando e impondo seu ritmo. Após Weverton quase encobrir o goleiro Kléver com um chutão que partiu de sua própria área, Edu Dracena por pouco não abriu o placar em arremate depois de cobrança de escanteio.

Era um prenúncio do gol do experiente zagueiro. Aos nove minutos, depois de tiro de canto pela direita, Dudu cruzou na medida para Dracena subir com liberdade e testar forte, sem chances para Kléver. Apesar de completamente dominado, o Guarani teve uma grande chance de empatar o amistoso logo em seguida.

Aos 15 minutos, Vitor Feijão gingou na frente de Dudu e foi derrubado dentro da área: pênalti. Na cobrança, o atacante bateu rasteiro, no meio, e parou nos pés de Weverton, que frustrou a torcida bugrina. No fim do primeiro tempo, enquanto o Palmeiras diminuiu seu ritmo, o Guarani cresceu e quase empatou após jogada de Lenon pela direita e chute travado de Michel Douglas.

O Palmeiras voltou com as quatro alterações possíveis para a etapa complementar. Entraram Jean, Victor Luis, Raphael Veiga e Carlos Eduardo nas vagas de Marcos Rocha, Diogo Barbosa, Lucas Lima e Zé Rafael, respectivamente. Com os reservas em campo, o time visitante sofreu o empate.

Aos 13 minutos, Diego Cardoso foi segurado por Victor Luis dentro da área palmeirense. Em mais um pênalti a favor do Guarani, o atacante deslocou Weverton e deixou tudo igual no Brinco de Ouro. Após o gol, Felipão mexeu mais cinco vezes: saíram Felipe Melo, Bruno Henrique, Deyverson, Dudu e Luan para as entradas de Thiago Santos, Moisés, Arthur Cabral, Hyoran e Fabiano.

Desentrosado, o Palmeiras passou por apuros nos minutos finais. Aos 28, Bady recebeu nas costas da zaga rival e tocou na saída de Weverton. A bola ia entrando, mas Victor Luis se jogou e tirou em cima da linha. Aos 30, porém, não teve salvação. Após grande jogada de Davó pela direita, Deivid Souza testou na trave. No rebote, Bady empurrou para as redes e deu números finais ao duelo.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)

Data: 3 de julho de 2019, quarta-feira

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Furlan

Assistentes: Leandro Matos Feitosa e Alex Alexandrino

Público: 5.260 pagantes

Renda: R$ 84.187,00

Cartão Amarelo: Pablo Armero (Guarani); Diogo Barbosa (Palmeiras)

Cartão Vermelho: -

Gols:

GUARANI: Diego Cardoso, aos 15, e Bady, aos 39 minutos do 2º tempo

PALMEIRAS: Edu Dracena, aos nove minutos do 1º tempo

GUARANI: Kléver (Jefferson Paulino); Lenon, Ferreira, Bruno Silva e Pablo Armero; Igor Henrique (Bruno Lima), Diego Cardoso (Bady), Ricardinho e Arthur Rezende (Deivid Souza); Vitor Feijão (Éder Luis) e Michel Douglas (Davó)

Técnico: Roberto Fonseca

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Jean), Luan, Edu Dracena e Diogo Barbosa (Victor Luis); Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima (Raphael Veiga); Dudu, Zé Rafael (Carlos Eduardo) e Deyverson (Arthur Cabral)

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade