0

Yuri, da Ponte Preta, desabafa sobre morte de João Pedro: 'covardia'

Jogador cresceu em Jacarezinho, comunidade do Rio de Janeiro, e foi formado nas categorias de base do Botafogo

20 mai 2020
19h19
atualizado às 19h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O lateral-esquerdo Yuri, da Ponte Preta, usou a sua conta nas redes sociais para desabafar sobre a morte de João Pedro, jovem de 14 anos que foi baleado durante uma operação policial no Rio de Janeiro na última segunda-feira.

Yuri cresceu em Jacarezinho, outra comunidade da cidade carioca, e foi formado nas categorias de base do Botafogo. Em sua conta no Twitter, ele classificou a morte do jovem como um ato de "covardia".

"Mataram uma criança de 14 anos, levaram no helicóptero e não deram uma notícia pra família. A família teve que ir atrás no meio de uma pandemia! O meu sobrinho tem 14 anos, meu cunhado tem 14 anos, vocês tem noção? Podia ser a minha família chorando, vocês tem noção dessa covardia?", questionou o jogador no Twitter.

"Podia ser a família de qualquer um de nós chorando. Sabe o que é mais triste? Mais uma estatística, já já cai no esquecimento. Porque pobre, negro e favelado é bandido para eles. Até quando?", complementou.

Devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, Yuri segue em casa realizando treinos comandados à distância preparador físico Juvenilson Souza.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade