PUBLICIDADE

Vasco tem jogo de 6 pontos contra Náutico para luta pelo acesso na Série B

Vitória sobre os pernambucanos deixa a equipe de Fernando Diniz próxima do G-4

24 out 2021 10h24
| atualizado às 10h24
ver comentários
Publicidade

Vindo de vitória sobre o líder Coritiba por 2 a 1, o Vasco fará confronto direto diante do Náutico neste domingo, às 16 horas, no Estádio dos Aflitos, no Recife (PE), pela 31ª rodada, para seguir na rota do acesso da Série B do Campeonato Brasileiro.

O time do técnico Fernando Diniz ainda não pode figurar entre os quatro primeiros colocados, mas com 46 pontos, tem chance de colar de vez no G-4. Embalado por três vitórias seguidas após fazer 3 a 2 na Ponte Preta, o Náutico acumula 44 pontos e tem o mesmo propósito dos cariocas.

A partida esteve ameaçada de não acontecer. Após a confusão envolvendo a torcida do Santa Cruz, a CBF ameaçou retirar os jogos de Pernambuco se não houvesse policiais militares. O presidente do Náutico, Edno Melo, porém, garantiu que a PM enviará efetivo para a partida e ainda solicitou a contratação de 120 seguranças particulares.

"Vai ter jogo, sim. Já fizemos a reunião com a polícia, que sempre acontece em todos os jogos, na qual foram traçadas todas as diretrizes para o duelo. Está tudo certo", disse o mandatário.

No Vasco, Fernando Diniz não poderá contar com o suspenso zagueiro Ricardo Graça. Desta forma, Walber, contratado mês passado, deve ganhar uma chance entre os titulares. Na lateral-direita, Zeca e Léo Matos brigam por uma vaga, assim como Bruno Gomes e Andrey no meio-campo. Andrey teve um mal-estar na semana passada, o que atrasou sua recuperação de uma lesão na coxa. Mas agora ele está bem e à disposição.

"É seguir em frente. Procurar não oscilar, fazer jogos mais lineares no primeiro e segundo tempo. É uma coisa que a gente tem que perseguir até o final", disse Fernando Diniz.

No Náutico, o técnico Hélio dos Anjos terá as voltas do volante Rhaldney e do atacante Vinícius, que cumpriram suspensão na rodada passada. Assim, Djavan e Murillo, respectivamente, vão para o banco de reservas. O zagueiro Camutanga, por outro lado, terá que cumprir suspensão e será substituído por Yago.

"Todos os jogos, assim como esse do Vasco, são importantes. Temos que manter o foco no que a gente vem trabalhando, treinando, que é sempre projetando o próximo jogo como o mais importante", analisou Rhaldney.

Estadão
Publicidade
Publicidade