PUBLICIDADE

VAR sobe ao pódio, com recorde de tempo paralisado

Foram oito minutos de interrupção no jogo pela Copa do Brasil entre Vitória e Grêmio para análise de apenas um lance

28 jul 2021 09h53
ver comentários
Publicidade

O árbitro de vídeo (VAR) que atuou no jogo Vitória x Grêmio, na noite dessa terça-feira (27), em Salvador, bateu um recorde na temporada do futebol brasileiro. Paralisou a partida por oito minutos seguidos apenas para checar o lance do primeiro gol do time gaúcho, que venceu por 3 a 0 e abriu ampla vantagem para a segunda partida, dia 3 de agosto, em Porto Alegre.

VAR gerou polêmica na Copa do Brasil
13/11/2020 Fernando Bizerra/Pool via REUTERS
VAR gerou polêmica na Copa do Brasil 13/11/2020 Fernando Bizerra/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Se esse tempo valesse como prova olímpica, o VAR em questão ganharia medalha de ouro com louvor. Na transmissão do SporTV, nem o comentarista de arbitragem, Paulo Cesar de Oliveira, conseguiu se lembrar de uma interrupção tão longa para verificar se uma jogada tinha ou não sido legal. “Nunca vi nada igual”, disse.

Aos 30 minutos do primeiro tempo, Ricardo fez o gol polêmico, o primeiro da partida. Para saber se ele estava impedido, o VAR pediu que o árbitro Flávio Rodrigues de Souza esperasse um pouco. Foram 480 segundos, ou seja, oito minutos, de aflição para os jogadores e torcedores dos dois times.

Aos 38 minutos, veio a confirmação do gol. Então, os gremistas comemoraram pela segunda vez e a etapa só foi encerrada aos 53. Marcio Henrique de Gois, o árbitro de vídeo, e sua equipe entravam assim para a história do VAR nacional.

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade