PUBLICIDADE

Uefa investiga caso de racismo contra Luiz Adriano

23 out 2014 14h12
| atualizado às 15h42
ver comentários
Publicidade

A Uefa anunciou a abertura de um procedimento disciplinar para analisar as declarações do atacante Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk. Segundo o brasileiro, ofensas racistas partiram da torcida do Bate Borisov na última terça-feira, em jogo válido pela Liga dos Campeões da Europa e disputado na Bielorrússia.

<p>Luiz Adriano relata ofensas racistas após mandar beijo para filha</p>
Luiz Adriano relata ofensas racistas após mandar beijo para filha
Foto: Maxim Malinosky / AFP
Convocado nesta quinta para defender a Seleção Brasileira nos amistosos contra Turquia e Áustria em novembro, Luiz Adriano foi o nome da partida contra o Bate, ao anotar cinco gols na goleada por 7 a 0.

"Os torcedores gritaram contra mim, gritos muito grosseiros, racistas. Um comportamento inaceitável, estou chocado, indignado", disse o jogador em entrevista ao site do time ucraniano após o jogo.

A Uefa divulgará o veredito das investigações e as possíveis sanções ao Bate Borisov no dia 13 de outubro. Recentemente, também por causa de atos racistas, o CSKA Moscou foi punido e condenado a jogar três partidas da Liga dos Campeões com portões fechados.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade