1 evento ao vivo

Paysandu reage, bate Figueirense de virada e deixa a zona de descenso da Série B

Equipe paraense chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas conseguiu uma importante virada fora de casa

13 nov 2018
22h56
atualizado às 22h56
  • separator
  • 0
  • comentários

O Paysandu chegou a estar perdendo por 2 a 0 para o Figueirense, mas buscou a virada por 3 a 2 na noite desta terça-feira, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela abertura da penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paraense dormirá fora da zona de rebaixamento da competição.

O triunfo fez o Paysandu subir para a 16ª colocação, com 43 pontos, ultrapassando o CRB, novo integrante do descenso, com 42. O time alagoano ainda entrará em campo na rodada, frente ao Londrina. Já o Figueirense continuou estacionado em 13.º, com 46.

O Paysandu iniciou o jogo buscando surpreender o Figueirense, mas se descuidou da marcação e acabou sofrendo o gol aos cinco minutos. Após cobrança de escanteio, a bola ficou com Romarinho. Ele cruzou na cabeça de Elton, que desviou para o fundo das redes, sem chances para o goleiro Renan Rocha.

O visitante sentiu o gol e viu o Figueirense crescer na partida. Aos 13 minutos, Diego Renan cruzou para Elton. O atacante acertou um bonito voleio para ampliar o marcador. O Paysandu, desta vez, tentou uma reação imediata, mas viu o chute de Thomaz ficar nas mãos de Vitor Caetano.

Aos poucos, o time paraense foi superar o baque inicial e conseguiu diminuir ainda na primeira etapa. Aos 35 minutos, o árbitro marcou pênalti após toque de mão de Diego Renan. O experiente Pedro Carmona foi para a cobrança e fez 2 a 1.

No segundo tempo, o time paraense voltou melhor e precisou de dez minutos para deixar tudo igual. Renato Augusto arriscou do meio da rua e acertou no canto direito de Vitor Caetano: 2 a 2. O gol deu mais ânimo ao Paysandu, que foi com tudo para cima do rival.

Aos 32 minutos, o Paysandu até conseguiu marcar o terceiro com Mike, mas o árbitro, com o auxílio do bandeira, acabou anulando o gol. No entanto, o desvio, antes de a bola chegar ao atacante, foi do jogador do Figueirense, o que validaria o lance.

Apesar do erro, o Paysandu não desistiu e chegou ao gol da vitória com a mão do técnico João Brigatti. O técnico colocou Timbó no jogo e, logo no primeiro lance de perigo, o lateral subiu sozinho, após falha de Vitor Caetano, para dar números finais ao duelo.

Na última rodada, o Figueirense visita o CRB no sábado, às 17h, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). No mesmo dia e horário, o Paysandu recebe o Atlético Goianiense na Curuzu, em Belém (PA).

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE 2 X 3 PAYSANDU

FIGUEIRENSE - Vitor Caetano; Matheus Sales, Nogueira, Eduardo Bauermann e Diego Renan; Zé Antônio, Betinho (Pereira), Renan Mota (Patrick) e Marco Antônio; Romarinho (Maikon Leite) e Elton. Técnico: Rogério Micale.

PAYSANDU - Renan Rocha; Maicon Silva (Timbó), Perema, Diego Ivo e Guilherme Santos; Renato Augusto, Nando Carandina, Thomaz (Hugo Almeida) e Pedro Carmona; Mike e Magno (Matheus Silva). Técnico: João Brigatti.

GOLS - Elton, aos cinco e aos 13, e Pedro Carmona, aos 35 minutos do primeiro tempo; Renato Augusto, aos dez, e Timbó, aos 45 minutos do segundo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).

CARTÕES AMARELOS - Matheus Sales e Renan Mota (Figueirense); Perema (Paysandu).

RENDA - R$ 34.746,00.

PÚBLICO - 1.414 pagantes.

LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade