PUBLICIDADE

Neymar, enfim, é lembrado pelo que sabe fazer: jogar bola

Craque foi o destaque de Brasil 4 x 0 Peru, na noite dessa quinta (17), no Rio

18 jun 2021 08h19
| atualizado às 08h21
ver comentários
Publicidade

Até Pelé se rendeu à atuação de Neymar na vitória do Brasil sobre o Peru, por 4 a 0, na noite dessa quinta (17), no Rio, pela Copa América. “Eu, assim como todos brasileiros, sempre fico feliz quando vejo ele jogar bola”, disse o melhor jogador da história do futebol em postagem nas redes sociais. O atacante do PSG e da Seleção fez um bonito gol, participou das principais jogadas do time, driblou, foi caçado pelos adversários e sobressaiu.

Mas, pelo retrospecto de Neymar, notadamente nos últimos anos, uma pergunta fica no ar: quanto tempo levará para que ele se envolva em nova polêmica extracampo? Promoverá, por exemplo, novas festas em meio à pandemia? Usará a Seleção para expor uma disputa que lhe é particular, como fez recentemente com a Nike?

Neymar voltou a ser mencionado com destaque pelo que produz em campo
10/10/2019 REUTERS/Feline Lim
Neymar voltou a ser mencionado com destaque pelo que produz em campo 10/10/2019 REUTERS/Feline Lim
Foto: Reuters

São questões que o tempo responderá. Por enquanto, o que se tem de mais concreto é que Neymar se aproxima do primeiro lugar na artilharia da Seleção. Pelé fez 77 e ele chegou nessa quinta aos 68. Numa demonstração de grandeza, o tricampeão mundial declarou ainda que seu concorrente “deu mais um passo em direção ao meu recorde de gols pela Seleção”.

Envolvido em escândalos sexuais, um deles teria motivado a Nike a romper parceria de mais de 15 anos, afastado de vários jogos por seguidas contusões e muito criticado por desrespeitar o distanciamento social mais de uma vez em momentos de expansão da covid-19 no Brasil, o camisa 10 da Seleção dispõe de uma nova chance de passar a ser notícia pelo que mais sabe fazer: jogar futebol com leveza e técnica apurada.

 

Papo de Arena
Publicidade
Publicidade