0

Nigéria bate Coreia do Sul e conquista rara vitória na Copa

Com a segunda derrota na competição, a Coreia do Sul foi eliminada

12 jun 2019
13h39
atualizado às 13h46
  • separator
  • 0
  • comentários

A Nigéria se arriscou, aproveitou sua chance e bateu a Coreia do Sul por 2 x 0 nesta quarta-feira, em uma rara vitória para a equipe na Copa do Mundo feminina, colocando-se com possibilidades de classificação para a próxima fase do torneio, disputado na França.

No Stade des Alps, um gol contra no primeiro tempo e um ataque decisivo no segundo, finalizado brilhantemente por Asisat Oshoala, garantiram às campeãs africanas apenas sua quarta vitória em oito participações em Mundiais, além da chance de avançar para a fase seguinte pela segunda vez na história.

Nigeriana Asisat Oshoala passa pela goleira da Coreia do Sul para marcar durante partida da Copa do Mundo de futebol feminino
12/06/2019 REUTERS/Denis Balibouse
Nigeriana Asisat Oshoala passa pela goleira da Coreia do Sul para marcar durante partida da Copa do Mundo de futebol feminino 12/06/2019 REUTERS/Denis Balibouse
Foto: Reuters

As sul-coreanas, superadas pela anfitriã França por 4 x 0 na abertura do torneio na sexta-feira, foram eliminadas da competição com a surpreende derrota na segunda partida do Grupo A, e apenas cumprirão tabela contra a Noruega na próxima rodada.

O início do jogo teve mais ataques da Coreia, mas foi a Nigéria quem abriu o placar pouco antes do fim do primeiro tempo, quando a defensora Kim Do-yeon falhou na tentativa de cortar um lançamento e pegou desprevenida a goleira Kim Min-jung, que saía da meta e não pôde evitar o gol contra.

Houve uma rápida revisão pelo árbitro de vídeo (VAR), que verificou a possibilidade de a capitã nigeriana Desire Oparanozie ter conduzido a bola com a mão na lance, mas não encontrou evidências claras para anular o gol.

Quando a Coreia conseguiu ir à rede, aos 13 minutos do segundo tempo, o gol acabou anulado por impedimento. Logo em seguida, um contra-ataque nigeriano encontrou Oshoala, três vezes eleita melhor jogadora da África, que avançou, driblou uma defensora, passou pela goleira e concluiu para a rede em um ângulo improvável, fechando o placar aos 30 minutos.

Na primeira rodada, a Nigéria havia sido derrotada pela Noruega por 3 x 0, em Reims, no sábado.

Veja também:

NASA libera Estação Espacial para visitas privadas
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade