0

Palmeiras monitora Avelar e pode dar "chapéu" no Corinthians

Se houver investida do rival ou de outro clube, Corinthians precisa igualar a oferta para garantir a permanência do atleta em seu elenco

18 abr 2019
05h07
atualizado às 08h24
  • separator
  • comentários

O Corinthians não voltou a procurar o Torino depois de ter a primeira proposta por Danilo Avelar recusada pelos italianos. E a ausência de pressa por parte dos dirigentes corintianos se justifica pelo fato do clube alvinegro ter, por contrato, prioridade em uma eventual compra do lateral esquerdo.

Danilo Avelar (D), do Corinthians, disputa lance com Ricardo Bueno, do Ceará, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Corinthians
Danilo Avelar (D), do Corinthians, disputa lance com Ricardo Bueno, do Ceará, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil 2019, na Arena Corinthians
Foto: Miguel Schincariol / Estadão Conteúdo

A multa para ficar com Avelar em definitivo é de 1,5 milhão de euros (R$ 6,4 milhões). Mesmo que outros interessados apareçam dispostos a desembolsar o valor, o Corinthians só precisa igualar a oferta para garantir a permanência do atleta em seu elenco.

Enquanto o Corinthians estuda uma nova investida, a concorrência segue atenta. A Gazeta Esportiva apurou que um dos clubes brasileiros que monitora a situação é o Palmeiras. A pedido de Felipão e por meio de intermediários, o arquirrival do Corinthians pode dar o bote, se perceber que Torino e o clube do Parque São Jorge não chegarão a um acordo.

Antes do Palmeiras, Inter e Grêmio procuraram informações nos bastidores. Na Europa, o único clube que ainda mantém contato é o Fenerbahce, da Turquia.

Conforme a Gazeta Esportiva revelou, o Torino não aceita vender Danilo Avelar por 1 milhão de euros (R$ 4,3 milhões) porque o Corinthians não fez valer a opção de compra que lhe dava o direito de ficar com o lateral exatamente por esse valor, caso a proposta fosse colocada à mesa até dezembro.

Prestes a fazer 30 anos, Danilo Avelar é corintiano assumido e tem vínculo de empréstimo com o alvinegro apenas até julho. Após ficar de fora da primeira final do Campeonato Paulista em função de dores no joelho esquerdo, o jogador corre contra o tempo para estar apto a jogar a finalíssima de domingo, em Itaquera.

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade