PUBLICIDADE

Megafesta de Neymar revolta moradores de Mangaratiba, no Rio

Evento para 500 pessoas já começou a vai durar cinco dias em cidade no litoral sul do Estado

28 dez 2020 08h45
| atualizado às 22h53
ver comentários
Publicidade

A megafesta de réveillon de Neymar para cerca de 500 convidados – segundo revelou O Globo – durante cinco dias num condomínio em Mangaratiba, no litoral sul do Rio, está repercutindo muito mal entre os moradores locais. Vizinhos dali e de bairros da cidade têm se manifestado com revolta em redes sociais sobre o evento, considerando a atitude de Neymar como, no mínimo, irresponsável.

O jogador do PSG e da Seleção brasileira ignora, com a atitude, recomendações da prefeitura local de evitar aglomerações, mesmo que em ambientes privados, neste final de ano, em razão do avanço da pandemia de covid-19 em todo o País, notadamente naquele município, que determinou a volta de barreiras sanitárias por causa do aumento recente do número de infectados na região.

Mansão de Neymar em Mangaratiba; a festa atribuída ao craque seria num condomínio vizinho ao seu
Mansão de Neymar em Mangaratiba; a festa atribuída ao craque seria num condomínio vizinho ao seu
Foto: Reprodução Bossa Nova Sir/Sotheby's / Estadão Conteúdo

A festança já começou e os convidados têm chegado aos poucos. A maioria vai ficar hospedada em hotéis e pousadas próximos ao condomínio onde fica a mansão de Neymar.

O assunto virou motivo de críticas a Neymar em páginas que reúnem moradores da cidade em redes sociais. No grupo “Mangaratiba News”, do Facebook, o número 10 da Seleção tem sido alvo de uma enxurrada de protestos.

“Um absurdo, um sem juízo, mas fazer o quê? Celebridade, né?”, reagiu Nice Albuquerque. “Ele tem dinheiro, pode fazer barulho, festas, soltar fogos e um pouco mais”, registrou Ana Lucia. Outra participante do grupo, Alzany Lopes, lamentou a indiferença de Neymar à pandemia de covid-19 destacando que seu marido foi internado com a doença.

Em toda a cidade, a megafesta de Neymar está presente nas discussões. Morador de Mangaratiba, o funcionário público Robson Fernandes disse ao Terra que o jogador “está incentivando” a proliferação da covid-19 e “manchando o nome de Mangaratiba”.

(Correções quanto ao local do evento foram feitas às 22h53 desta segunda-feira, dia 28)

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
Publicidade
Publicidade