PUBLICIDADE

Antônio Carlos assume como auxiliar e é mais um brasileiro do Shakhtar

16 out 2013 13h51
| atualizado às 18h14
ver comentários
Publicidade

Os 11 jogadores brasileiros do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, terão mais um compatriota no clube a partir desta quarta-feira. Isto porque Antônio Carlos Zago, que era auxiliar-técnico da Roma, foi anunciado como assistente do romeno Mircea Lucescu.

Larissa Riquelme admitiu, em reality show que participa no Chile, que sofreu assédio de Lionel Messi e jogadores da Seleção Brasileira nos últimos anos
Larissa Riquelme admitiu, em reality show que participa no Chile, que sofreu assédio de Lionel Messi e jogadores da Seleção Brasileira nos últimos anos
Foto: Getty Images

Em entrevista ao site oficial do clube ucraniano, o ex-zagueiro de Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos falou sobre a função. "Vou ajudar o treinador. Também vou ajudar na adaptação dos novos atletas. É claro que o Lucescu dava conta do recado, mas duas cabeças pensam melhor do que uma", explicou.

Após assinar contrato de um ano com o Shakhtar, Zago comemorou. "É muito importante para mim. O clube é um dos que mais se desenvolveram na Europa recentemente. Venho aqui com muita vontade, e não vejo a hora de começar a trabalhar", garantiu, aparentemente muito animado.

Assegurando ficar de olho na defesa do time ucraniano, Zago também comentou o ‘inchaço’ brasileiro no elenco. "Conheço todos, afinal, também sou brasileiro, e acho que não vou ter nenhum problema de adaptação. E é claro que falar a mesma língua do que eles vai ajudar na adaptação", projetou.

Em Donetsk, Zago terá as companhias do zagueiro Ismaily, do volante Fernando, dos meias Fred, Bernard, Douglas Costa, Alex Teireira e Ilsinho e dos atacantes Wellington Nem, Luiz Adriano, Eduardo (este naturalizado croata) e Taison. O grupo, de acordo com o auxiliar, tem condições até de conquistar a Liga dos Campeões.

"Por que não sonhar em vencer a Champions League? É assim que tem que ser; Vou dar tudo de mim pra isso", finalizou Zago, que voltará a trabalhar com Lucescu, seu "chefe" no turco Besiktas entre os anos de 2002 e 2004. O comandante romeno está no clube exatamente desde 2004.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade