2 eventos ao vivo

Manchester City pode ser excluído da Liga dos Campeões

Equipe inglesa pode ficar de fora do torneio continental por causa do fair play financeiro

13 mai 2019
18h07
atualizado às 18h37
  • separator
  • comentários

Investigado pela Uefa por conta do fair play financeiro, o Manchester City pode ser excluído da Liga dos Campeões por, ao menos, uma temporada. Segundo o The New York Times, os investigadores devem concluir o relatório nos próximos dias e recomendar um ano de suspensão.

Não é novidade que o clube inglês vem sendo acusado pela Uefa de não cumprir com as normas financeiras. Membros do conselho de controle financeiro, um grupo criado para analisar as contas dos times suspeitos, se reuniram há duas semanas, em Nyon, para fazer suas últimas considerações.

O técnico Pep Guardiola levanta a taça de campeão inglês pelo Manchester City
O técnico Pep Guardiola levanta a taça de campeão inglês pelo Manchester City
Foto: Toby Melville / Reuters

Caso o City seja punido, não se sabe se a suspensão já vale para a próxima Liga dos Campeões. Os jogos qualificatórios começam em junho. O time também pode apelar para o TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), o que significa que uma possível exclusão só valeria para a temporada de 2020/2021.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal americano, a punição estaria ligada ao fato de o clube ter divulgado informes falsos e dado falso testemunho. Eles também não teriam divulgado o valor real dos acordos de patrocínio.

Em 2014, o Manchester City fez um acordo com a Uefa para não sofrer maiores sansões do fair play financeiro. Foi paga uma multa de 49 milhões de libras (R$ 253 milhões). O clube também teve que se limitar a inscrever apenas 21 atletas na edição seguinte da Liga dos Campeões.

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade