0

Em jejum na seleção, Harry Kane nega queda de rendimento

14 out 2018
09h21
atualizado às 09h21
  • separator
  • 0
  • comentários

Harry Kane terminou a última temporada em extrema alta. O britânico foi responsável por nada menos que 41 gols com a camisa do Tottenham e, para fechar com chave de ouro, foi o artilheiro da Copa do Mundo da Rússia, com seis tentos. Na temporada atual, porém, a média de bolas na rede caiu. O atacante possui seis gols em 13 jogos, incluindo clube e seleção, mas não vê o fato como consequência de uma queda de rendimento.

"Tem sido difícil depois da Copa do Mundo, sem descansar muito, mas acho que lidei bem com isso. Eu me mantive em forma e saudável. Essa foi a minha prioridade no início da temporada, e agora vou aproveitar isso e evoluir durante o inverno", afirmou, em entrevista reproduzida pela BBC. "Eu estabeleço um padrão para mim e quero atingir esse padrão a cada jogo que eu jogar. Eu não acho que meu rendimento tenha caído", completou.

Mesmo ficando com a chuteira de ouro na Rússia, Kane passou em branco nos últimos três jogos da Inglaterra no Mundial (contra Suécia, Croácia e Bélgica), assim como nos primeiros três compromissos dos Leões na nova temporada (contra Espanha, Suíça e Croácia). Desta forma, se o jogador de 25 anos de idade não balançar a rede da Espanha nesta segunda-feira, chegará a seu maior jejum de gols com a seleção principal de seu país.

"Eu apenas me concentro no meu trabalho e no que preciso fazer", acrescentou. "Sou o segundo maior artilheiro do Campeonato Inglês. Eu gostaria de ter marcado mais para a Inglaterra recentemente, mas estarei pronto para fazê-lo na segunda-feira, com certeza", finalizou.

Com a promessa de gols de artilheiro, portanto, a Inglaterra encara a Espanha nesta segunda-feira, em duelo válido pela terceira rodada da Liga das Nações da Uefa. No Estádio Benito Villamarín, em Sevilha, a bola rola a partir das 15h45 (no horário de Brasília).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade