PUBLICIDADE

Argentina

Com Messi em campo, Uruguai ganha e impõe primeira derrota da Argentina nas Eliminatórias

16 nov 2023 - 23h16
Compartilhar
Exibir comentários

Na noite desta quinta-feira, a Argentina recebeu o Uruguai em compromisso válido pela quinta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo 2026. Jogando em La Bombonera, em um embate pegado e marcado por confusões, os uruguaios conseguiram sair com a vitória sobre os hermanos por 2 a 0, com gols de Ronald Araújo e Darwin Nuñez.

Com o resultado, a Argentina perde o 100% de aproveitamento na competição, mas segue na liderança na tabela de classificação, com 12 pontos conquistados. Já o Uruguai consegue um triunfo importantíssimo e alcança os dez pontos, se consolidando na segunda posição e ficando mais próximo dos argentinos. A última vez que os hermanos tinham perdido para os uruguaios havia sido em 2013.

O único jogador que atua no futebol brasileiro que começou como titular foi o goleiro Rochet, do Internacional. Suárez (Grêmio), Arrascaeta e Varela (Flamengo), Bruno Méndez (Corinthians) e Canobbio (Athletico-PR) iniciaram a partida no banco de reservas. Apenas o atacante do Furacão entrou, mas já nos últimos minutos.

Antes do término da data Fifa, as duas seleções ainda terão mais um embate. A Argentina terá um duro desafio pela frente: pela sexta rodada do torneio classificatório, visita o Brasil nesta terça-feira. A bola rola para o clássico as 21h30 (de Brasília), no Maracanã.

O Uruguai, por sua vez, terá um duelo relativamente mais tranquilo. Os uruguaios encaram a vice-lanterna Bolívia, também na próxima terça-feira, mas um pouco mais cedo. O jogo está previsto para acontecer as 20h30, no estádio Centenário, em Montevidéu.

O jogo entre as seleções

Com nove minutos, a seleção do Uruguai teve uma chance de ouro para inaugurar o marcador. Em um erro de passe de Otamendi, a bola ficou com os uruguaios. Darwin Nuñez foi lançado e ganhou na velocidade da zaga argentina, mas ao adentrar a grande área, bateu para fora.

Com 12 minutos, a Argentina respondeu. Lionel Messi driblou o volante Ugarte e finalizou de fora da área, sua especialidade. No entanto, o argentino não conseguiu um de seus melhores chutes e a bola acabou nas mãos do goleior Rochet.

O primeiro tempo do duelo foi movimentado, muito marcado por confusões em campo. Os ânimos se exaltaram em dois principais momentos por conta de faltas mais duras de ambas as seleções.

E com justiça, após pressionar muito os argentinos, o Uruguai abriu o placar. Ex-Palmeiras, Matias Viña pressionou alto e roubou a bola na defesa argentina. O lateral avançou e cruzou rasteiro. A bola chegou do lado direito e encontrou Araujo. O zagueiro deu uma de atacante e finalizou ao gol, superando o goleiro Emiliano Martínez.

Aos 11 minutos do segundo tempo, a Argentina levou perigo ao gol de Rochet. Em cobrança de falta do bico esquerdo da grande área, Messi cobrou com maestria e acertou o travessão do goleiro do Inter.

Ao longo da etapa complementar, os hermanos pressionaram, mas não conseguiram furar o bloqueio uruguaio e saíram com a derrota. E aos 42 minutos, os argentinos foram castigados pela falta de precisão nas finalizações e nos ataques.

Messi perdeu a bola na entrada da grande área do Uruguai e Nicolás de la Cruz ficou com a bola. O meia-atacante lançou Darwin Nuñez na velocidade e, dessa vez, o camia 17 não desperdiçou. O atacante do Liverpool finalizou rasteiro na saída de Martínez e fechou o placar em segundo gol.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade