PUBLICIDADE

Campeonato Árabe

Al-Hilal, de Jorge Jesus, ignora ausência de Neymar e bate recorde mundial de vitórias consecutivas

Time saudita elimina compatriota Al-Ittihad da Liga dos Campeões da Ásia e estabelece nova marca, com 28 triunfos seguidos

12 mar 2024 - 18h34
(atualizado às 19h48)
Compartilhar
Exibir comentários
1º lugar - Al-Hilal (Arábia Saudita) - 28 vitórias entre 2023 e 2024 - Divulgação/Al-Hilal
1º lugar - Al-Hilal (Arábia Saudita) - 28 vitórias entre 2023 e 2024 - Divulgação/Al-Hilal
Foto: Divulgação/Al-Hilal / Jogada10

O saudita Al-Hilal, time comandado pelo técnico português Jorge Jesus, bateu o recorde de vitórias consecutivas nesta terça-feira ao superar o compatriota Al-Ittihad, por 2 a 0, pela Liga dos Campeões da Ásia. O time saudita alcança 28 triunfos seguidos e deixa para trás o galês The New Saints.

Mesmo sem contar com a estrela Neymar, que está se recuperando de grave lesão no joelho sofrida em setembro, o A-Hilal foi capaz de emendar a marca impressionante ao ganhar partidas do Campeonato Saudita e da Liga dos Campeões da AFC.

Nesta terça-feira, Yasser Al-Shahrani e o ex-corintiano Malcom fizeram os gols da classificação, fora de casa, sobre o Al-Ittihad, de Romarinho, e comandado pelo argentino Marcelo Gallardo, que perdeu a final da Libertadores de 2019 com o River Plate para o Flamengo de Jorge Jesus.

Neymar participou de duas das 28 vitórias seguidas do Al-Hilal, a previsão é que o atacante brasileiro só volte a estar à disposição de Jorge Jesus na próxima temporada, que começa entre agosto e setembro. O brasileiro Malcom também tem se destacado, com presença em quase todos os jogos e 14 gols na temporada, sendo dez no campeonato nacional.

Al-Hilal, de Jorge Jesus, bate recorde mundial de vitórias seguidas; veja as maiores sequências! Al-Hilal, de Jorge Jesus, bate recorde mundial de vitórias seguidas; veja as maiores sequências!

Na semifinal da Liga dos Campeões da Ásia, o Al-Hilal medirá forças com o Al-Ain, dos Emirados Árabes Unidos. Na outra chave, o sul-coreano Ulsan Hyundai aguarda a vencedor do duelo entre o japonês Yokohama Marinos e o chinês Shandong Taishan, antigo Shandong Luneng.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade