0

Instável, Inter encara o Botafogo e busca se reerguer na briga pela Libertadores

Clube empatou com Fortaleza e foi derrotado pelo Goiás em casa, e teve vice de futebol se demitindo durante a última semana

30 nov 2019
14h23
atualizado às 15h11
  • separator
  • 0
  • comentários

O Internacional teve duas partidas seguidas em casa para encaminhar sua presença na Copa Libertadores de 2020. Tropeçou em ambas e falhou em seu objetivo. Agora, terá de recuperar fora de casa os pontos perdidos diante do seu torcedores. Neste sábado, o time gaúcho enfrenta o Botafogo no Engenhão, às 19 horas, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o empate diante do Fortaleza em 2 a 2 e a derrota por 2 a 1 para o Goiás, o Inter ficou muito longe de conquistar a vaga à fase de grupos à Libertadores e, de quebra, se complicou na briga por um lugar na fase prévia da competição continental. Caiu para a oitava colocação e parou nos 51 pontos, apenas dois a mais que o Goiás, o primeiro time fora da zona de acesso ao torneio.

Uma das lideranças do elenco, Edenilson pediu um "acordo" geral entre todos os funcionários e jogadores do clube para confirmar a classificação à Libertadores. "Temos que entrar em um acordo todo mundo, conversar com o professor e corrigir os erros. É um grupo experiente e temos que fazer de tudo para alcançar essa vaga", disse.

Com a crise instalada, o vice de futebol Roberto Melo, um dos principais alvos de protestos recentes da torcida anunciou por meio de uma breve nota publicada no site do clube na sexta-feira o desligamento do cargo. Os maus resultados consecutivos contribuíram para a saída de Melo, que já viu seu relacionamento com os jogadores desgastar. O diretor Adauri Silveira também deixou o clube

Muito criticado, o técnico Zé Ricardo fechou os portões no último treino e definiu em segredo o substituto do meia D'Alessandro, fora do jogo para cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Sarrafiore, Neilton e Rafael Sóbis são os candidatos a ficar com a vaga do argentino. Sóbis, por sinal, voltou a ficar à disposição do treinador após cumprir suspensão no jogo passado. O mesmo acontece com o volante Rodrigo Lindoso.

Wellington Silva e Guilherme Parede também são opções. A escalação de um deles faria com que Nico López atuasse centralizado na função de armador. Mas o mais provável mesmo é que Sarrafiore jogue. Recentemente, Zé Ricardo disse em entrevista coletiva que gostaria de utilizar o jovem na faixa de campo em que atua D'Alessandro.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade