0

Há quatro jogos sem vencer, Kleina fala em "recomeço" para a Ponte

15 jul 2017
12h06
atualizado às 12h06
  • separator
  • comentários

Após ter deslanchado nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta teve uma queda no rendimento e já não soma três pontos há quatro rodadas. Com um duelo diante do Grêmio, na Arena, neste domingo, o técnico da Macaca falou em recomeço para o grupo e destacou a entrega dos jogadores.

"A palavra que temos que usar é recomeçar. Precisamos recomeçar a jogar bem, a vencer, a ter confiança, autoestima, poder repetir as escalações, porque isso é importante. Vamos usar todo o grupo, mas é o momento que precisamos ter um recomeço de identidade e é isso que vou tentar fazer de todas as maneiras. Vamos passar muita energia, pensamento positivo, porque para esse tipo de jogo, se não estiver com confiança e energia, por si só já é muito difícil. Temos que ter esse algo a mais para vencer", afirmou Gilson Kleina.

Leia mais: 

Ponte Preta contrata paraguaio Jorge Mendoza 

Ciente do momento difícil que a Ponte atravessa, Kleina ressaltou a necessidade em manter a confiança no trabalho. "Mais do que nunca temos que manter a convicção no trabalho, na postura e não pode se entregar. Nossa equipe é experiente e tem total condição de reagir. É isso que nós pregamos. Fazemos treinamentos de alto nível, os jogadores tem uma entrega muito boa, mas infelizmente nos últimos jogos não conseguimos obter o resultado de vitória e quando ela não vem aumenta a desconfiança. Mas nós, se não mantivermos a linha e essa confiança, a tendência é piorar. Acreditamos em todos, no trabalho, nos jogadores, na execução, porque nesse momento é hora de mobilizar, para que possamos sair dessa situação e vencer", enfatizou.

Próximo de enfrentar o Tricolor na Arena do Grêmio, o treinador da equipe de Campinas reforçou a dificuldade do confronto. "O discurso deles é de brigar para alcançar o Corinthians. A análise que faço é que as equipes que estão repetindo, o índice de vitória e de acerto está muito maior. Ninguém está perdendo jogadores na janela de transferências, não está tendo convocação, lesão e isso faz diferença. É o que precisamos recomeçar aqui", acrescentou.

A delegação da Ponte viaja para Porto Alegre neste sábado, a fim de enfrentar o time comandado pelo técnico Renato Gaúcho, no domingo, às 16h (de Brasília), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 15 pontos, a Ponte está na 15ª posição, com 15 pontos. Já o Grêmio está na vice-liderança, com 25, 10 atrás do primeiro colocado Corinthians.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade