0

Goleiros brilham em jogo sem gols entre Colômbia e Argentina

Ospina e Armani pararam os ataques adversários e garantiram um placar sem alterações

11 set 2018
23h04
atualizado em 12/9/2018 às 07h32
  • separator
  • comentários

Depois de vencer Guatemala por 3 a 0 no primeiro amistoso depois da Copa do Mundo, a Argentina, repleta de reservas, enfrentou a Colômbia na noite desta terça-feira e não balançou a rede. Jogando em Nova Jersey, nos Estados Unidos, ambas as seleções tiveram chances de gol, mas ficaram no empate por 0 a 0 graças, principalmente, aos goleiros.

No primeiro tempo, a Argentina jogou melhor e só não abriu o placar por conta de Ospina. Em noite inspirada, o goleiro colombiano do Napoli fez várias defesas difíceis e impediu que os argentinos saíssem na frente.

Os papéis se inverteram no segundo tempo. A Colômbia melhorou e buscou o gol da vitória a todo custo, mas parou em Armani. O goleiro do River Plate foi o grande nome da Argentina na etapa complementar pelas boas defesas, que evitaram a derrota de sua seleção.

Ospina disputa bola com o ataque argentino
Ospina disputa bola com o ataque argentino
Foto: Noah K. Murray-USA TODAY Sports / via Reuters

A Argentina entrou em campo jogando com mais intensidade do que a Colômbia. Os argentinos criaram a primeira chance de gol logo aos seis minutos, quando Palacios recebeu de Bustos e chutou de fora da área. O goleiro Ospina fez boa defesa e evitou o que seria um golaço.

O goleiro colombiano continuou sendo exigido. Aos 14 minutos, Tagliafico acertou ótimo lançamento para Icardi e o deixou livre na área. O atacante da Inter de Milão finalizou rasteiro de primeira, mas Ospina defendeu com o pé. Quatro minutos depois, Pity Martínez acertou belo chute, mas Ospina novamente salvou a Colômbia.

Depois de sofrer pressão durante 27 minutos, a Colômbia finalmente levou perigo ao gol argentino. Cuadrado recuperou a bola no meio-campo e serviu Falcao Garcia, que chutou rasteiro de fora da área. Armani fez grande defesa.

A primeira boa chegada fez bem à Colômbia, que passou a pressionar mais. No entanto, a defesa argentina se mostrou sólida e conteve as chegadas ofensivas do time adversário, que não deram trabalho ao goleiro Armani.

Segundo tempo

Depois de ver a Argentina pressionar durante quase todo o primeiro tempo, a Colômbia voltou do vestiário com postura mais ofensiva. A mudança de estratégia deu certo e, logo aos três minutos, a Colômbia teve a primeira boa chance da segunda etapa. Cuadrado armou contra-ataque e lançou Muriel, que chutou de fora da área para boa defesa de Armani.

A Argentina melhorou com a entrada de Dybala, aos oito minutos, mas a Colômbia voltou a assustar aos 22. Depois de receber grande lançamento de Quintero, Bacca dominou na área e tentou driblar Armani, mas o goleiro argentino tirou a bola dos pés do atacante.

A seleção argentina teve sua grande chance de vencer a partida aos 35 minutos, quando Tagliafico cruzou na área e Icardi tentou desviar a bola para o gol, mas não conseguiu por pouco. A Colômbia respondeu dois minutos depois, quando Villa recebeu na entrada da área e chutou por cima do gol. Nos minutos finais, nenhuma seleção levou perigo e o placar final foi o mesmo do começo do jogo: 0 a 0.

Veja também

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade