3 eventos ao vivo

Vanderlei herói e Prass vilão: há 4 anos, Santos passava pelo Palmeiras nos pênaltis

24 abr 2020
08h02
atualizado às 08h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O dia 24 de março de 2020 marca quatro anos de um dos clássicos mais marcantes entre Santos e Palmeiras da última década. Em partida válida pela semifinal do Campeonato Paulista, as equipes se enfrentaram na Vila Belmiro em jogo único e o Peixe avançou à grande decisão do estadual ao vencer a disputa de pênaltis, depois de um empate por 2 a 2 no tempo regulamentar.

O Santos abriu o placar aos 39 minutos da primeira etapa. Lucas Lima avançou pelo meio-campo e fez belo lançamento para Gabigol, que cortou da esquerda para dentro, passou por Egídio e Vitor Hugo e finalizou rasteiro para vencer Fernando Prass. Já aos 29 minutos do segundo tempo, Zeca fez grande jogada pela esquerda e serviu Gabigol, que finalizou cruzado para ampliar e deixar o Peixe a um passo da final do Paulistão.

No entanto, a partida ainda guardava muitas emoções. Aos 42 minutos, Lucas Barrios matou no peito próximo a área e tocou por cima para Rafael Marques, que aproveitou indefinição entre Gustavo Henrique e David Braz para finalizar rasteiro e diminuir. Um minuto depois, Cleiton Xavier recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Rafael Marques se antecipou a David Braz e testou para o fundo das redes, levando a definição para as penalidades.

Do lado palmeirense, Cleiton Xavier e Jean converteram suas cobranças, enquanto Lucas Barrios e Rafael Marques pararam em defesas de Vanderlei. Já pelo Peixe, David Braz, Zeca e Victor Ferraz marcaram ao bater, ao passo que Lucas Lima teve seu chute defendido por Fernando Prass. O goleiro do Verdão foi para a cobrança precisando balançar as redes para manter sua equipe vive na disputa, porém sua finalização tocou na trave esquerda e saiu.

Vale lembrar que Prass havia sido uma figura emblemática na disputa de pênaltis entre Palmeiras e Santos, no Allianz Parque, na final da Copa do Brasil do ano anterior. Foi o goleiro que converteu a última cobrança e garantiu o título ao Verdão.

Depois de passar pelo Palmeiras na semifinal do Paulistão, o Santos enfrentou o Audax na final estadual. A equipe de Osasco era a grande surpresa na competição, tendo eliminado São Paulo e Corinthians, e vendeu caro o título para o Peixe. Depois de um empate por 1 a 1 no estádio José Liberatti, o Alvinegro Praiano venceu a partida na Vila Belmiro por 1 a 0, com gol marcado por Ricardo Oliveira, e sagrou-se campeão.

Veja também:

Veja os brasileiros com mais gols na elite europeia nesta temporada
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade