3 eventos ao vivo

Corinthians encara o Coritiba na tentativa de ser mais ofensivo

Tiago Nunes admite que equipe precisa buscar mais o ataque e deve fazer alterações no duelo desta quarta-feira, às 21h30, na arena em Itaquera

19 ago 2020
05h10
atualizado às 05h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O técnico Tiago Nunes foi contratado para mudar a forma de o Corinthians jogar. A intenção era tornar o time mais ofensivo em oposição ao antecessor Fábio Carille. Até agora ele tem encontrado bastante dificuldade para conseguir isso. Nesta quarta-feira, às 21h30, o treinador terá mais uma oportunidade de mandar a equipe ao ataque, no duelo contra o Coritiba, na arena em Itaquera, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Depois do vice estadual, o Corinthians fez duas fracas apresentações no torneio nacional e busca ainda sua primeira vitória - perdeu para o Atlético-MG (3 a 2) na estreia e empatou sem gols com o Grêmio. Tiago admite que ainda não conseguiu impor seu padrão de jogo ao elenco e pediu paciência.

"Nesse processo de conhecimento dos jogadores, de busca por performance, temos que dar nossa contribuição para ser uma equipe mais ofensiva no último terço, mais agressiva, que consiga trazer mais dificuldades ao adversário. E fazer com que a equipe tenha o tempo e o número de jogos necessários para amadurecer o conjunto."

O problema é que em uma competição por pontos corridos não se pode vacilar em casa, ainda mais quando o time está em 16º lugar e enfrentará um adversário que perdeu os três jogos que disputou na competição.

Expulso no empate contra o Grêmio, Tiago Nunes assistirá ao jogo das tribunas. O auxiliar Evandro Fornari será seu substituto no banco de reservas. A boa notícia na escalação é que contra o lanterna é a volta do lateral-direito Fagner, recuperado de entorse no tornozelo direito.

Após a última partida, Tiago disse que precisava encaixar um atacante de velocidade na equipe. A declaração dá esperança para Everaldo e Léo Natel ganharem uma chance entre os titulares. Eles brigam por posição com Mateus Vital, em fase final de recuperação de uma amidalite.

O meia Luan, principal alvo de protesto dos torcedores, segue no time. Se quiser dar mais apoio para Luan na armação das jogadas, o treinador pode tirar Gabriel e deixar dois volantes de maior movimentação e chegada ao ataque, casos de Cantillo e Ederson.

"Sei que temos um potencial de melhora gigantesco, mas temos de cumprir etapas aqui. É um ano de transformação, sei que o torcedor não gosta de ouvir isso, mas alguém vai ter que dar a cara a tapa, olhar os jogadores que estão no clube, que estão emprestados, para que as ideias possam frutificar para o futuro", declarou o técnico.

REFORÇO

O Corinthians está próximo de acertar a contratação do meia Otero. O venezuelano de 27 anos, descartado por Jorge Sampaoli no Atlético-MG, deve assinar contrato de empréstimo por um ano. Tiago Nunes até já comentou como poderia utilizar esse possível reforço.

"Não tenho a confirmação ainda dessa negociação, se ela foi efetivada. Sei que existe conversa com o atleta e o Atlético-MG. Sobre característica do atleta, ele não é um jogador de velocidade que tenta o 1 x 1, ele tem no chute e na bola parada suas principais características. Tem se caracterizado pela retenção da bola e toques rápidos. Se vier, pode jogar mais avançado, como meia-ponta. Num campeonato com tantos jogos em pouco tempo, quanto mais jogadores à disposição, melhor."

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Sidcley; Éderson (Gabriel), Cantillo, Ramiro, Luan e Everaldo (Mateus Vital); Jô. Técnico (interino): Evandro Fornari.

CORITIBA: Wilson; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Matheus Bueno, Matheus Galdezani e Yan Sasse; Neílton (Ruy), Robson e Igor Jesus. Técnico: Eduardo Barroca.

ÁRBITRO: Braulio da Silva Machado (Fifa)/ SC

HORÁRIO: 21h30

LOCAL: Arena Corinthians, em São Paulo.

TV: Globo e Première.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade