PUBLICIDADE

Alexis prega respeito à Alemanha, mas destaca força mental do Chile

30 jun 2017 16h00
ver comentários
Publicidade

Neste domingo será realizada a grande final da Copa dos Confederações. Em São Petersburgo, Chile e Alemanha lutam pelo título inédito da competição, às 15 horas (de Brasília). Quem está confiante é o ídolo da seleção chilena e do Arsenal, Alexis Sánchez, que sabe da qualidade dos europeus, mas acredita que os sul-americanos possam levar o troféu.

"Devemos ter respeito pela Alemanha, que tem uma grande equipe, com grandes jogadores, que correm o tempo inteiro. Porém, na nossa equipe, cada jogador se sente com a mentalidade de ganhar a final. Se não nos sentíssemos favoritos, era melhor que tivéssemos ficado no Chile. Os jogadores desta equipe têm uma mentalidade vencedora", disse Alexis.

Quem também exaltou que o Chile está focado na conquista do título é o goleiro da seleção, Claudio Bravo, herói do time na semifinal. O arqueiro da seleção e do Manchester City declarou que a meta de sua equipe é sair de São Petersburgo com o título, que seria o terceiro em dois anos, já que os chilenos foram campeões da Copa América de 2015 e de 2016.

"Nosso objetivo é claro. Nos classificamos à final e queremos conquistar o título. Temos uma equipe suficientemente boa para disputar títulos faz tempo. Será uma final aberta, com as duas seleções propondo o jogo, e nenhuma vai renunciar o que tem feito na final", afirmou o goleiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade