PUBLICIDADE

Sede do jogo do Brasil quer clima de Copa América, mas falha

26 jun 2015 13h41
| atualizado às 14h43
ver comentários
Publicidade

A partir desta sexta-feira, Concepción passará a receber a Copa América e tentará entrar no clima de futebol. Mas isso ainda parece muito difícil para todos. A cidade é um polo universitário do Chile, então está muito envolvida com os protestos que têm acontecido no país, contra a reforma educacional proposta atualmente.

A cena vista na Plaza Independencia, um dos pontos turísticos de concepción, reflete bem esse cenário: a organização da Copa América e um patrocinador fizeram uma série de ações no local, colocando pessoas para jogar bola, pebolim e participarem de outras atividades. Muitos chilenos e turistas, inclusive brasileiros, entraram na brincadeira.

Protesto "diferente" marca cidade antes de Brasil x Paraguai:

Porém, enquanto isso acontecia, pelo menos duas marchas diferentes passaram pelo local. A primeira era organizada por professoras de crianças do maternal, que querem melhores condições de trabalho. A outra contava com muitos adolescentes e crianças, alertando para o Dia Internacional de Prevenção do Consumo de Drogas. O curioso é que este protesto tinha cara de desfile, já que uma bateria tocava algo parecido com um samba, enquanto uma mulher vestida de cingana dançava na frente.

Vale destacar que Concepción ainda não recebeu nenhum jogo da Copa América, tanto que seu estádio foi reinaugurado nesta quinta-feira, dois antes do jogo entre Brasil e Paraguai. As equipes vão se enfrentar neste sábado, às 18h30 (de Brasília), pelas quartas de final da competição.

Mulheres enfrentam brasileiros em uma espécia de futevôlei na praça
Mulheres enfrentam brasileiros em uma espécia de futevôlei na praça
Foto: Allan Brito / Terra
J Lo peruana cumpre promessa e fica nua por vaga do Peru:

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade