PUBLICIDADE

Copa do Catar

Brasil perde nos pênaltis para a Croácia e dá adeus ao sonho do hexa

Com o resultado, agora a equipe aguarda o vencedor entre Argentina e Holanda, que duelam às 16h (horário de Brasília).

9 dez 2022 - 14h47
(atualizado às 17h28)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: REUTERS/Annegret Hilse

A Seleção Brasileira perdeu nos pênaltis para a Croácia, deu adeus ao sonho do hexa e se despediu da  Copa do Mundo no Catar nesta sexta-feira, 9, no Education City. 

A partida válida pelas quartas de final ficou empatada sem gols no tempo normal e foi para a prorrogação. No último minuto da primeira etapa do tempo extra, em uma linda jogada trabalhada, Neymar brilhou o goleiro e fez o gol brasileiro. Mas a vantagem não durou muito. No segundo tempo, Petkovic deixou tudo igual e levou a disputa para os pênaltis. Marquinhos e Rodrygo desperdiçaram as cobranças. 

Brasileiros criticam Tite por ausência de Neymar nos pênaltis e gol em contra-ataque:

O Brasil mantém o tabu de 20 anos sem vencer seleções europeias no mata-mata do Mundial. A última vez que a Seleção Brasileira saiu vitoriosa em um embate diante de uma seleção do Velho Continente foi contra a Alemanha na final do Mundial na Coreia do Sul e no Japão, em 2002. 

Com o resultado, a Croácia avança para as semifinais e aguarda o vencedor entre Argentina e Holanda, que duelam às 16h (horário de Brasília). 

Torcida revela superstições para ajudar a Seleção na Copa:

1º tempo abaixo das expectativas

O Brasil fez um primeiro tempo abaixo das expectativas no estádio Education City. O time da Croácia soube marcar bem as ações ofensivas, dificultando a criação de jogadas brasileiras. Ainda assim, a jogada mais perigosa foi da Seleção Brasileira, com Vini Jr. fazendo boa trama com Richarlison e batendo para defesa do goleiro. 

Richarlison chegou a reclamar de um incômodo no primeiro tempo, Pedro e Fred foram para o aquecimento, mas o camisa 9 continuou no confronto.

A Seleção voltou melhor no segundo tempo, tendo duas boas oportunidades. Raphinha apareceu bem na direita, cruzou na área e a defesa croata quase marcou contra. Logo depois, Neymar tramou com Vini Jr e levou perigo. 

Aos 10 minutos, Neymar saiu cara a cara com o goleiro, bateu de canhota, mas parou em boa defesa do goleiro. O duelo continuou bem equilibrado, com os croatas fazendo uma forte marcação e o Brasil tentando furar o bloqueio. Após confusão na área, Paquetá teve boa chance, mas parou em Livakovic. 

Foto: REUTERS/Hannah Mckay

Trocas aumentaram eficiência do Brasil

Durante o segundo tempo, Tite fez duas trocas que melhoraram a Seleção Brasileira, tirando Vini Jr e Raphinha para as entradas de Rodrygo e Antony. 

Em jogo de paciência, o Brasil foi tomando as ações ofensivas e teve duas boas chances. Neymar saiu novamente cara a cara, mas o goleiro defendeu. Paquetá chutou da entrada da área e teve bola agarrada. 

A Seleção Canarinha foi com tudo para o campo de ataque nos minutos finais e empilhou boas chances, mas não conseguiu o gol. 

Carter comenta dancinhas na Copa e zoa rivais do Brasil:

Bobeada na prorrogação

Na prorrogação, a Seleção Brasileira começou bem, tendo mais ações ofensivas, mas não conseguiu chances claras de gols. Os lances passando pelos pés de Antony pelo lado direito e Rodrygo na esquerda. 

No último minuto do primeiro tempo dos acréscimos, o Brasil fez uma jogada de quem é pentacampeão do mundo. Neymar e Rodrygo triangularam pelo meio, Paquetá deixou o camisa 10 na cara do gol, ele cortou o goleiro e empurrou para o fundo das redes, abrindo o placar. 

No segundo tempo, o time brasileiro segurou mais na defesa, cavando faltas e esperando o fim da partida, mas em ótimo contragolpe, Petkovic recebeu na entrada da área e empatou o confronto. Nas penalidades, o Brasil conseguiu a vaga.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade