1 evento ao vivo

Árbitro da Copa é excluído por tentar manipular resultado

16 mai 2018
14h18
atualizado às 14h24
  • separator
  • comentários

A Arábia Saudita excluiu o árbitro Fahad Al Mirdasi de forma vitalícia por tentativa de manipular o resultado de uma partida semanas antes da data prevista para viajar à Rússia para apitar na Copa do Mundo, anunciou a federação de futebol do país em comunicado divulgado na noite de terça-feira.

Árbitro Fahad Al Mirdasi  durante jogo da Copa das Confederações de 2017   REUTERS/John Sibley
Árbitro Fahad Al Mirdasi durante jogo da Copa das Confederações de 2017 REUTERS/John Sibley
Foto: Reuters

Al Mirdasi confessou ter se oferecido para interferir no resultado da final de sábado da Copa do Rei a favor do time Al Ittihad, segundo a federação, acrescentando que pediu à Fifa que o puna com uma suspensão vitalícia global, além de retirá-lo da lista da Copa do Mundo.O juiz de 32 anos abordou o chefe da Al Ittihad, Hamad Al-Senaie, que imediatamente entregou mensagens de WhatsApp a autoridades da federação, que por sua vez alertaram as autoridades governamentais relevantes, disse a federação.

Al Mirdasi foi colocado sob custódia da polícia, para a qual admitiu ter solicitado o pagamento ilícito, acrescentou o comunicado do comitê de ética da federação.O Al Ittihad enfrentou o Al Faisaly na partida em questão, disputada no Centro Esportivo Rei Abdullah de Jedá, vencendo nos acréscimos um jogo arbitrado por Mark Clattenburg, ex-árbitro do Campeonato Inglês.Clattenburg, que foi escolhido como chefe da arbitragem da federação saudita no ano passado, substituiu Al Mirdasi na véspera da decisão.Al Mirdasi está na lista de árbitros da Fifa desde 2011 e apitou na Copa das Confederações do ano passado, sediada pela Rússia.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade