PUBLICIDADE

MPF-RS vai fiscalizar atuação das polícias em manifestações na Copa

31 jan 2014 00h24
| atualizado às 00h24
ver comentários
Publicidade

O Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul (MPF-RS) instaurou um procedimento para acompanhar ações preventivas e fiscalizar a atuação das polícias no período que antecede e também durante a Copa do Mundo no Brasil, estabelecendo um regime de plantão para possíveis atuações no período da competição.

“Caso os movimentos e as manifestações se intensifiquem, o regime de plantão poderá ser ampliado, ou seja, antecipado”, esclarece o procurador da República Alexandre Schneider, do Grupo de Controle Externo da Atividade Policial (GCEAP). O objetivo da iniciativa é atender ocorrências relacionadas ao abuso na utilização da força por parte de agentes responsáveis pela segurança pública – Polícia Federal e militares, por exemplo.

"Queremos garantir que as manifestações pacíficas ocorram, até porque estão previstas na Constituição, e que os excessos não aconteçam", destacou o procurador, lembrando que, caso o uso da força seja indevido, o grupo de controle externo irá atuar.

Uma das primeiras ações previstas a partir do procedimento instaurado é a realização de uma audiência pública em Porto Alegre, prevista para abril, reunindo representantes dos movimentos sociais, órgãos públicos de segurança e MPF. "Queremos fazer esta interlocução, que é muito importante", afirmou Schneider.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade