0

Ceará x Palmeiras: onde assistir ao vivo ao jogo pelo Brasileirão

Confira as escalações e onde vai ser transmitido a partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro

19 jul 2019
12h36
atualizado às 13h33
  • separator
  • 0
  • comentários

O Ceará encara o Palmeiras no próximo sábado, no Castelão, em Fortaleza, às 19h (horário de Brasília), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes buscam a primeira vitória na competição após a parada para a Copa América, pois na rodada anterior os dois conseguiram empates por 1 a 1 fora de casa e viram os adversários diretos conseguirem resultados melhores.

Ceará x Palmeiras terá transmissão pelo canal Premiere, que também vai exibir online em seu site e aplicativo, e pelo canal TNT. O Estado fará minuto a minuto da partida.

Escalação do Ceará

Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, William Oliveira, Thiago Galhardo e Ricardinho; Rick e Felippe Cardoso.

Escalação do Palmeiras

Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Thiago Santos, Moisés e Gustavo Scarpa; Carlos Eduardo, Raphael Veiga e Willian.

As duas equipes vivem situações bem diferentes na tabela, pois o clube nordestino inicia a rodada na 14ª posição, somente dois pontos cima da zona de rebaixamento, e em busca de se afastar do perigo. Já o time alviverde tenta ampliar a folga na liderança contra a perseguição do Santos.

Após empatar com o Fluminense no Maracanã, na última segunda-feira, o Ceará não teve compromissos e conseguiu ter tempo para descansar os titulares e se preparar para a partida. O técnico Enderson Moreira gostou da atuação do time no Rio e deve manter a escalação para voltar a vencer após quatro rodadas de jejum.

O Palmeiras, do técnico Luiz Felipe Scolari, tenta se recuperar da eliminação na quarta-feira sofrida diante do Inter, pela Copa do Brasil. A equipe deve ir a campo com uma formação reserva, para priorizar o compromisso da próxima terça-feira contra o Godoy Cruz, pela Copa Libertadores, na cidade de Mendoza, na Argentina.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade