0

Futebol

CBF faz eleição antes da Copa por medo de novo desastre

Jornal do Brasil
17 abr 2018
09h47
  • separator
  • comentários

Em 2014, a CBF antecipou para abril a eleição na entidade por um único motivo: não esperar pela Copa do Mundo. Imaginavam seus dirigentes: vai que dá ruim no Mundial. Pareciam trabalhar com bola de cristal. A goleada alemã (7 a 1) mostrou isso.

Temiam que uma eventual fracasso na competição, disputada em casa, pudesse atrapalhar os planos do grupo que há décadas controla o futebol do País.

Agora, em 2018, fizeram o mesmo. A eleição de Rogério Caboclo para suceder Marco Polo Del Nero poderia ser realizada de abril deste ano até abril de 2019. Mas há uma Copa do Mundo no meio do caminho e, por isso, resolveram fazer logo a eleição.

Assim, na hipótese de um novo vexame, na Rússia, não haveria mais como interferir na escolha do nome para substituir Del Nero.

Eleito nesta terça (17), Rogério Caboclo tem de tomar posse somente em abril de 2019. Até lá, se Del Nero não voltar, a entidade fica sob comando do vice Antônio Nunes – na verdade, uma figura decorativa, uma vez que as ordens na confederação partem de Del Nero e Caboclo.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade