PUBLICIDADE

Campeão paulista, Ituano é eliminado nas oitavas da Série D

3 out 2014
22h20 atualizado às 22h28
0comentários
22h20 atualizado às 22h28
Publicidade
<p>Ituano comemorou t&iacute;tulo paulista, mas n&atilde;o teve sucesso na S&eacute;rie D em 2014</p>
Ituano comemorou título paulista, mas não teve sucesso na Série D em 2014
Foto: Alan Morici / Terra

A saga do campeão paulista de 2014 no Campeonato Brasileiro da Série D foi encerrada na noite desta sexta-feira. Atuando no Estádio Castelão, em São Luís-MA, o Ituano acabou superado nos pênaltis pelo Moto Club, após derrota por 1 a 0 no tempo regulamentar, e se despediu da quarta divisão na fase oitavas de final. O placar das penalidades máximas foi de 3 a 1.

Precisando do resultado positivo, já que acabou vencido pelo placar mínimo no Novelli Júnior, o Moto Club levou um susto quando o relógio apontou a marca dos 17. O centroavante visitante Ricardinho foi acionado com liberdade e ficou cara a cara com o goleiro Ruan. Entretanto, acabou flagrado em duvidosa posição de impedimento, que gerou muita revolta por parte dos paulistas.

Porém, com 39 jogados, a representação maranhense inflamou os torcedores presentes no Estádio Castelão. Ao receber o contato de Claysson, Gabriel caiu na área e viu o árbitro marcar pênalti, em lance polêmico e questionado pelos galistas. Na cobrança, o artilheiro Fabiano não desperdiçou e inaugurou o marcador.

Pautada pelo nervosismo, a segunda etapa reservou poucos momentos de emoção. A melhor chance do Ituano veio em cobrança de escanteio efetuada por Claysson, que quase surpreendeu Ruan. Entretanto, o arqueiro mandante se esticou para evitar o gol olímpico. Por sua vez, o Moto Club chegou perigosamente com Gabriel. Entretanto, Diego fez uma milagrosa defesa à queima-roupa para evitar o segundo tento.

Nas cobranças de penalidades, o clube de São Luís foi soberano e triunfou por 3 a 1. Os nordestinos foram às redes com Fabiano, Felipe e Diego Renan (apenas Naoh desperdiçou). O Ituano marcou somente com Claysson - perderam Zé Carlos, Luizão e Claudinho. Assim, o Papão aguarda seu próximo adversário, definido por índice técnico.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade