0
Logo do Brasileiro Série B
Foto: terra

Brasileiro Série B

Torcida do Figueirense se mobiliza para ajudar clube

1 nov 2019
14h52
atualizado às 15h29
  • separator
  • 0
  • comentários

Enredado em uma das piores crises de sua história, com salários atrasados, dívidas volumosas e ameaça iminente de queda para a Série C do Brasileiro, o Figueirense tem contado com o apoio de sua fiel torcida para tentar dar a volta por cima. Um grupo desses torcedores, por meio da Associação de Amigos do Figueirense (Asfig), tem tomado a dianteira para auxiliar diretamente o clube em pendências que demandam investimentos.

Torcida do Figueirense em jogo da Série B do Brasileirão
Torcida do Figueirense em jogo da Série B do Brasileirão
Foto: Roberto Zacarias/Mafalda Press / Gazeta Press

Criada em 1996, num outro momento de extrema dificuldade para o Figueirense, a Asfig é proprietária do centro de formação e treinamento que atende à base e aos profissionais do clube, sem nenhum ônus para o Figueira, e passou a promover obras a fim de melhorar a estrutura do centro, no município de Palhoça, a 18 quilômetros de Florianópolis.

A associação já arcou, por exemplo, com a construção de vestiários para visitantes e árbitros no centro de treinamento – ali são realizados jogos oficiais das categorias de base -, e cedeu seu espaço para instalação de academia de preparação e recuperação de atletas. Também comandou intervenções de melhorias na capela de Nossa Senhora Aparecida, no Estádio Orlando Scarpelli.

Para as próximas semanas já estão aprovadas outras medidas de apoio dos torcedores: vão erguer um muro de 150 metros de extensão, ao redor do CT, para evitar invasões e depredações, e também providenciarão a iluminação de um dos campos do local.

Há outras ações em curso, como explica o diretor de Comunicação da Asfig, José Bonifácio Telles. “Estamos adquirindo um carro, no valor aproximado de R$ 30 mil, para fazer uma rifa e tentar juntar entre R$ 70 mil e R$ 90 mil para ser entregue ao clube. Fazemos isso por amor, sem pedir nada em troca, ingressos, ônibus, passagens. Cada um dos sócios da Asfig doa o que pode e assim fazemos a nossa parte. A situação do clube é de penúria e qualquer ajuda é bem-vinda.”

Veja também:

Confira a lista dos estádios mais alternativos do futebol mundial

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade