PUBLICIDADE

Vasco vence Coritiba em São Januário pela Série B

O time carioca venceu o rival por 2 a 1 e se mantém na corrida pelo acesso, a 4 pontos do G4

16 out 2021 18h44
| atualizado às 18h58
ver comentários
Publicidade

Na briga pelo acesso, o Vasco acredita e dá motivos para a torcida também sonhar com o retorno à elite. Neste sábado,16, embalado pelos torcedores, o clube derrubou o líder da Série B. Em São Januário, o Vasco fez 2 a 1 sobre o Coritiba, pela 30ª rodada.   

Assim, o clube carioca se recupera da derrota para o Sampaio Corrêa, na última rodada, e se mantém na corrida pelo acesso. O Vasco subiu para a sexta colocação, com 46 pontos. No momento, a diferença para o G-4 é de quatro pontos. O Avaí, que tem 50 pontos, ainda joga neste sábado. No pior dos cenários, em caso de vitória catarinense sobre o Confiança, fora de casa, o time carioca ficará a cinco pontos do Goiás, que tem 51. 

Vasco vence o Coritiba por 2 a 1
Vasco vence o Coritiba por 2 a 1
Foto: André Fabiano / Gazeta Press

Após sair na frente e controlar o jogo no primeiro tempo, o Vasco levou um gol-relâmpago na etapa final. Entretanto, conseguiu uma resposta praticamente imediata e fez 2 a 1. Depois, segurou os esforços  e garantiu uma importante vitória.

Na próxima rodada, no domingo, dia 24, o Vasco visita o Náutico, nos Aflitos. Já o Coritiba volta a campo nesta terça-feira e recebe o Sampaio Corrêa, no Couto Pereira.

O técnico Fernando Diniz promoveu uma novidade no time carioca. Ele barrou o goleiro Vanderlei e colocou Lucão como titular. O clube carioca tomou a iniciativa do jogo, mas encontrava dificuldade para criar. Entretanto, contou com um vacilo de Wilson e oportunismo de Cano. Aos 18 minutos, Gabriel Pec chutou após bela trama pela direita e o goleiro do Coritiba bateu roupa. O artilheiro do Vasco não perdoou. Cano pegou o rebote e fez 1 a 0.

O clube carioca controlou o duelo. Embora não tenha criado muitas chances claras - Morato errou o alvo em chute da entrada da área. O Vasco não foi ameaçado - os visitantes finalizaram apenas uma vez na etapa inicial.

A segunda finalização do Coritiba encontrou a rede, em um gol-relâmpago no começo da etapa final. Após lançamento pela direita, Ricardo Graça falhou e não conseguiu cortar como queria. A bola se ofereceu para Léo Gamalho. Ele chutou no canto e empatou, aos 16 segundos.

O Vasco deu a resposta com dois minutos. Riquelme chutou cruzado e Nenê, depois de desvio em Cano, marcou. A arbitragem marcou impedimento. O VAR demorou quase cinco minutos na checagem do lance, diante de um lance tão ajustado, e apontou gol legal: 2 a 1.

O Coritiba saiu mais para o jogo, enquanto o time cariocapassou a assustar nos contra-ataques. Cano demorou muito para finalizar e perdeu chance para ampliar. Depois, cabeceou para fora, após cruzamento de Pec. Gamalho também errou o alvo, na resposta dos visitantes.

Lucão apareceu bem e espalmou chute de Natanael. O Vasco segurou a importante vitória.

FICHA TÉCNICA

VASCO 2X1 CORITIBA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 16/10/2021, sábado

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Público: 6.245 presentes

Cartão amarelo: Luciano Castán e Léo Gamalho (Coritiba) e Marquinhos Gabriel, Ricardo Graça e Cano (Vasco)

Gols:

Vasco: Cano, aos 18′ do 1ºT, Nenê, aos 2′ do 2ºT

Coritiba: Léo Gamalho, aos 16 segundos do 2º T

VASCO: Lucão; Zeca (Léo Matos), Ricardo Graça, Leandro Castán e Riquelme (Walber); Bruno Gomes, Marquinhos Gabriel e Nenê (Léo Jabá); Gabriel Pec (MT), Morato (Rômulo) e Cano

Técnico: Fernando Diniz

CORITIBA: Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Jhony Douglas (Gustavo Bochecha), Val e Robinho (Waguininho); Matheus Alexandre (Rafinha), Igor Paixão (William Alves) e Léo Gamalho

Técnico: Gustavo Morínigo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade