PUBLICIDADE

Vasco esclarece saída de Ramón e reitera que técnico pediu demissão

Vasco e treinador travam guerra de narrativas após a derrota para o Criciúma, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro

27 abr 2024 - 22h34
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução - Legenda: Ramón Díaz deixa o Vasco. Ele ficou menos de um ano no clube da Colina Histórica / Jogada10

Vasco e Ramón Díaz, nas últimas horas, travaram uma verdadeira guerra de narrativas. Afinal, o treinador alega que o clube o demitiu pelo Twitter e cobra "respeito". Em seguida, foi a vez de o Cruz-Maltino se posicionar. O treinador argentino e seu auxiliar, Emiliano Díaz, não trabalham mais na Colina após a derrota para o Criciúma por 4 a 0, neste sábado (27), em São Januário. O duelo faz parte da quarta rodada desta edição do Campeonato Brasileiro.

"Imediatamente, ao final da partida contra o Criciúma, nos vestiários, Ramón Díaz e Emiliano Díaz pediram demissão ao Gerente de Futebol do Vasco da Gama, Clauber Rocha. A comissão pediu que a decisão, irrevogável, fosse comunicada imediatamente à diretoria", inicia o Cruz-Maltino.

Na sequência, o clube afirma que soltou a nota oficial quando os Díaz já tinham decretado que não permaneceriam no Vasco.

"Logo após, Ramón e Emiliano comunicaram ao elenco e demais e staff sua decisão, ainda no vestiário, esclarecendo que não faziam mais parte do grupo. Em sequência, a assessoria do clube, presente, noticiou oficialmente o pedido. Desse modo, Ramon e Emiliano se despediram e pediram para se despedir também dos jornalistas", completa o Vasco.

Aliás, com a derrota para o Tigre, o Vasco, com somente três pontos em 12 em disputa, pode terminar a jornada na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade