0

Reinaldo perde pênalti, e São Paulo sofre 1ª derrota no Morumbi pelo Brasileiro

25 set 2019
23h36
atualizado às 23h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Não foi desta vez que o São Paulo melhorou seu aproveitamento como mandante no Campeonato Brasileiro. Recebendo o Goiás na noite desta quarta-feira, no Morumbi, o time comandado pelo técnico Cuca desperdiçou diversas chances de gol e acabou sofrendo o primeiro revés em casa na competição, por 1 a 0, graças a Leandro Barcia, que balançou as redes aos 15 minutos do primeiro tempo.

Sem Hernanes, Cuca optou por colocar Daniel Alves para fazer a função de armador da equipe e não teve muitos problemas em termos de criatividade, mas, sim, em concluir. Tanto no etapa inicial quando no segundo tempo o São Paulo teve chances claras de gol, mas ora errava o alvo, ora parava no goleiro Tadeu, que estava em noite iluminada e chegou até mesmo a defender um pênalti cobrado por Reinaldo.

Com o resultado, o São Paulo perdeu a chance de dormir na terceira colocação da tabela e piorou ainda mais seu desempenho jogando em casa, que agora é de quatro vitórias, seis empates e uma derrota. O Goiás, por sua vez, somou três importantíssimos pontos na sua luta contra o rebaixamento e abriu uma distância considerável para os últimos colocados.

O jogo - O São Paulo começou a partida ligado e logo aos dois minutos de jogo criou sua primeira oportunidade de abrir o placar. Daniel Alves fez grande lançamento para Everton, que apareceu nas costas da zaga para ajeitar para Igor Vinícius, que, dentro da área, tentou limpar a marcação e acabou desarmado. Já aos nove, Pablo escorou de cabeça para o meio da área em direção a Toró, que viu a defesa afastar o perigo antes de a bola chegar em seus pés.

De tanto insistir no campo ofensivo, o São Paulo teve sua superioridade convertida em gol aos 11 minutos, quando Daniel Alves tabelou com Igor Vinícius, recebeu dentro da área e tocou na medida para Pablo empurrar para o fundo das redes, entretanto, o árbitro marcou toque de mão do camisa 10 tricolor no momento do domínio.

Como quem não faz, toma, o Tricolor acabou castigado aos 15 minutos, quando Rafael Moura escorou de cabeça para o meio da área após cobrança de lateral, e Michael ficou com a sobra para tocar para Leandro Barcia girar batendo, abrindo o placar para o Goiás no Morumbi com um chute fatal para Tiago Volpi. Como resposta, dois minutos depois o São Paulo por pouco não empatou. Tchê Tchê arrancou pelo meio e abriu na direita para Daniel Alves, que bateu cruzado, dentro da área, forçando grande defesa de Tadeu.

Apesar de estar em desvantagem, o São Paulo seguiu bem no jogo, dominando o adversário, mas ora tinha dificuldades em concluir com perfeição, ora faltava sorte. Aos 19 minutos, Everton tabelou com Toró, invadindo a área e tocando na saída do goleiro, cruzado, mas nenhum de seus companheiros conseguiu alcançar a bola de carrinho para empurrar para o gol. Depois, aos 29, Arboleda completou de cabeça a cobrança de falta de Daniel Alves e quase encobriu o arqueiro rival. E a chance derradeira do primeiro tempo foi protagonizada por Dani Alves. Aos 33 minutos, o camisa 10 recebeu cruzamento à meia altura de Luan e bateu de primeira, mas mandou por cima do gol.

Segundo tempo

No segundo tempo o São Paulo voltou com Igor Gomes na vaga de Everton. Mais ofensivo, o time por pouco não empatou logo aos seis minutos, quando Reinaldo fez boa jogada individual, invadiu a área e bateu no cantinho, mas Tadeu fez a defesa. Depois, aos 17, novamente Reinaldo teve a chance de balançar as redes com Reinaldo, desta vez completando de cabeça o cruzamento de Luan, mas mandou rente à trave direita do Goiás.

O Tricolor seguiu pressionando os visitantes. Aos 18, foi a vez de Igor Gomes ver Tadeu fazer uma defesa espetacular ao cabecear à queima-roupa, no contrapé. Já aos 23 o São Paulo, enfim, teve tudo para empatar depois de Reinaldo ser derrubado na área, mas o próprio lateral foi para a cobrança e parou no goleiro do Goiás, que estava em uma noite realmente iluminada.

Já sem muito plano tático, o São Paulo tentou a qualquer custo sair de campo ao menos com o empate e, para isso, se posicionou quase que completamente no campo ofensivo nos minutos finais, entretanto, o futebol da equipe não fluía. Com tantos jogadores do Goiás marcando, os donos da casa acabaram tendo de se conformar com a primeira derrota no Brasileiro jogando como mandante.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 1 GOIÁS

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 25 de setembro de 2019, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)

VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Público: 12.505 torcedores

Renda: R$ 416.972,00

Gols: Leandro Barcia, aos 15 do 1ºT (Goiás)

Cartões amarelos: Jefferson, Yago Rocha, Hermes (Goiás); Arboleda, Helinho (São Paulo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius (Helinho), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Daniel Alves; Toró (Antony) Pablo e Everton (Igor Gomes).

Técnico: Cuca

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha, Rafael Vaz, Fábio Sanches e Jefferson; Léo Sena, Yago Felipe e Gilberto Jr; Michael (Hermes), Rafael Moura (Rafinha) e Leandro Barcia (Kaio).

Técnico: Ney Franco

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade