5 eventos ao vivo

Cruzeiro perde chances e é derrotado pela a Chapecoense

Em "jogo de seis pontos", a vitória do time catarinense empurra o clube mineiro para a 16ª posição do Brasileiro

26 mai 2019
21h06
atualizado às 21h10
  • separator
  • 0
  • comentários

O mau momento continua pelos lados da Raposa. Neste domingo, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro recebeu a Chapecoense no Estádio Independência e foi derrotado por 2 a 1, resultado que deixa o time próximo à zona de rebaixamento.

Depois de um primeiro tempo sem gols, a Chapecoense abriu o placar no início da etapa final com Rildo após falha de Fábio. Pouco depois, Thiago Neves marcou um golaço de fora da área para empatar. Já no final, Diego Torres deu a vitória ao time visitante.

Em jogo movimentado no Independência, a Chapecoense venceu o Cruzeiro por 2 a 1, em partida válida pela sexta rodada do Brasileirão 2019
Em jogo movimentado no Independência, a Chapecoense venceu o Cruzeiro por 2 a 1, em partida válida pela sexta rodada do Brasileirão 2019
Foto: Giazi Cavalcante/Código19 / Gazeta Press

Com o resultado em Belo Horizonte, o Cruzeiro continua com seis pontos e cai para a 16ª posição do Brasileirão. O time mineiro foi ultrapassado justamente pela Chapecoense, que foi a sete pontos e deixou a zona de rebaixamento, subindo para a 12ª posição.

Depois de sua terceira derrota no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o São Paulo no Morumbi. Também no domingo, a Chape recebe o líder Palmeiras na Arena Condá.

Cruzeiro ameaça, mas não marca antes do intervalo

Jogando em casa, o Cruzeiro entrou em campo no ataque e criando boas oportunidades, mas foi a Chapecoense que chegou perto do gol pela primeira vez. Aos 12 minutos, Everaldo serviu Rildo, que finalizou para defesa de Fábio. A bola ainda bateu na trave antes de ser despachada pela zaga cruzeirense.

O susto não mudou o panorama do jogo. O Cruzeiro continuou melhor no duelo, mas não levava perigo quando chegava ao ataque. Aos 28 minutos, a Raposa conseguiu sua melhor oportunidade do jogo até então. Em cobrança de falta no campo de ataque, Thiago Neves levantou na área e Dedé cabeceou firme, mas por cima do gol.

Antes do intervalo, o time da casa ainda teve duas boas oportunidades com Thiago Neves. Aos 39 minutos, o meia driblou um marcador e finalizou de fora da área com a perna esquerda, mandando a bola por cima do gol. Já aos 42, o camisa 10 cobrou falta e acertou a trave de Tiepo.

Segundo tempo começa com um gol para cada lado

Tentando mudar a história do jogo, o técnico Mano Menezes promoveu uma alteração no intervalo: sacou o meia Rodriguinho e colocou o atacante Pedro Rocha. Do outro lado, o técnico Ney Franco não promoveu nenhuma alteração na Chapecoense.

O intervalo fez bem ao Cruzeiro, que voltou a campo com muita intensidade. O time da casa quase abriu o placar logo aos quatro minutos em duas oportunidades. Na primeira, Fred chutou colocado e acertou a trave. No rebote, Robinho finalizou para o gol, mas o zagueiro Gum evitou o primeiro gol do jogo.

Além de salvar o gol de forma heroica, a Chapecoense respondeu rápido e contou com falha de Fábio para abrir o placar no Independência. Aos seis minutos, após chute de longe de Elicarlos, o goleiro cruzeirense não conseguiu encaixar a bola e deu rebote. Rildo aproveitou, passou por Fábio e completou para o gol vazio.

Porém a vantagem da Chape durou pouco. Aos 12 minutos, Thiago Neves tratou de empatar novamente a partida com um verdadeiro golaço. O meia dominou pela direita, cortou para dentro e finalizou de fora da área, acertando um chute indefensável no ângulo.

Diego Torres sai do banco e dá a vitória à Chape

Depois da pintura de Thiago Neves, o ritmo do jogo diminuiu. O Cruzeiro criou as melhores chances de gol com boa participação de Robinho. Na melhor das oportunidades, aos 20 minutos, o meio-campista tabelou com Fred e finalizou com perigo.

No entanto, foi a pressionada Chapecoense que conseguiu chegar ao gol da vitória aos 39 minutos. Após cruzamento de Everaldo e desvio de Aylon, a bola sobrou para Diego Torres, que entrou durante o segundo tempo. Livre na grande área, o meia argentino cabeceou para dar números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 x 1 CHAPECOENSE

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 24 de maio de 2019, Domingo

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartões amarelos: Dedé (CRU); Bryan (CHA)

Cartões vermelhos:

GOLS

CRUZEIRO: Thiago Neves, aos 12 minutos do segundo tempo

CHAPECOENSE: Rildo, aos seis minutos do segundo tempo, e

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Robinho, Thiago Neves (David), Rodriguinho (Pedro Rocha) e Marquinhos Gabriel (Lucas Silva); Fred

Técnico: Mano Menezes

CHAPECOENSE: Tiepo; Caique Sá (Bryan), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Marcio Araújo, Campanharo (Diego Torres) e Elicarlos; Arthur Gomes, Everaldo e Rildo

Técnico: Ney Franco

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade