0

Brasileiro Série A

Talismã salva no fim e Corinthians pode abrir maior vantagem

Miguel Schincariol / Gazeta Press
11 out 2017
23h02
atualizado em 12/10/2017 às 00h43
  • separator
  • comentários

O Corinthians contou com mais uma atuação decisiva de Clayson para ganhar do Coritiba na noite desta quarta-feira. Na arena de Itaquera, com dois gols do meia-atacante, o time alvinegro bateu o adversário paranaense por 3 a 1, consolidando a liderança do Campeonato Brasileiro, que pode ter a maior vantagem ao final desta rodada

Com 58 pontos ganhos, o Corinthians mantém uma vantagem significativa de 11 pontos na ponta e torce contra o Santos, que tem 47 e enfrenta a Ponte Preta às 17 horas (de Brasília) desta quinta-feira, no Moisés Lucarelli. Como o Grêmio foi batido pelo Cruzeiro no Sul, o time mineiro assumiu provisoriamente a segunda colocação, com a mesma pontuação da equipe santista - a maior vantagem do Corinthians na ponta é de 10 pontos. Já o Coritiba segue com 28 pontos, na penúltima colocação.

Clayson virou o talismã do atual elenco do Corinthians em momento de oscilação. Vindo de apenas duas vitórias nos sete jogos anteriores do returno, Clayson foi decisivo nas três últimas partidas, saindo do banco de reservas e fazendo gols em todos os gols nos minutos finais - contra São Paulo, Cruzeiro e dois na noite de hoje.

Pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19 horas deste domingo, o Corinthians volta a campo para enfrentar o Bahia, mais um time ameaçado pelo rebaixamento, na Fonte Nova. No mesmo horário, o Coritiba encara o Grêmio, no Couto Pereira.

Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

O Jogo - O Corinthians conseguiu inaugurar o marcador logo aos nove minutos do primeiro tempo na arena de Itaquera. Inteligente, Jadson deixou Jô livre para finalizar com um passe de calcanhar. O centroavante tocou com precisão na saída de Wilson e marcou seu 21º gol na temporada, o 14º no Campeonato Brasileiro.

Apesar de marcar o primeiro gol, o Corinthians se retraiu e acabou acuado pelo Coritiba, que passou a levar perigo nos escanteios. Após cobrança de Carleto pelo lado esquerdo, o zagueiro Cléber cabeceou firme e viu o goleiro Cássio salvar o time alvinegro.

Foto: Marcello Zambrana/Agif / Gazeta Press

Em uma nova intervenção providencial, Cássio defendeu chute desferido por Henrique Almeida e cedeu escanteio. Pelo lado direito, Carleto levantou na área e o mesmo Henrique Almeida, livre na pequena área, usou a cabeça para marcar o gol de empate do Coritiba.

Logo no começo do segundo tempo, o lateral esquerdo William Matheus, substituto de Carleto, cruzou para finalização perigosa de Thiago Real, defendida por Cássio. Pouco depois, em jogada pela direita, Léo Príncipe cruzou e Jô não conseguiu completar para o gol.

Foto: Rodrigo Gazzanel / Futura Press

Colocado pelo técnico Fabio Carille no lugar de Maycon, Clayson cabeceou para grande defesa do goleiro Wilson após cruzamento de Marquinhos Gabriel. O Corinthians cresceu no jogo e assustou com chute de fora da área desferido por Marquinhos Gabriel que acertou o travessão.

Empurrado pela torcida, a equipe mandante retomou a vantagem aos 33 minutos do segundo tempo. Léo Príncipe recebeu de Jô pela direita e cruzou. Rodriguinho desviou de cabeça e a bola sobrou para Clayson completar com sucesso diante de Wilson. Aos 43, Rodriguinho acertou a trave em chute de fora da área e a bola sobrou para o meia-atacante fechar o placar.

Foto: Miguel Schincariol / Gazeta Press

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 3 x 1 CORITIBA

Local: Arena de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 11 de outubro 2017, quarta-feira

Horário: 21h(de Brasília)

Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)

Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)

Público: 36.439 pagantes

Renda: R$ 1.872.944,00

Cartões amarelos: Marquinhos Gabriel (COR); Carleto, William Matheus, Léo (COR)

Gols:

CORINTHIANS: Jô, aos 9 minutos do 1º Tempo, e Clayson, aos 33 e aos 43 minutos do 2º Tempo

CORITIBA: Henrique Almeida, aos 39 minutos do 1º Tempo

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Camacho e Maycon (Clayson); Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Jadson (Fellipe Bastos); Jô (Kazim)

Técnico: Fábio Carille

CORITIBA: Wilson; Léo, Cleber Reis, Werley e Carleto (William Matheus); Edinho, Alan Santos, Matheus Galdezani e Tiago Real (Neto Berola); Rildo e Henrique Almeida

Técnico: Marcelo Oliveira

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade