2 eventos ao vivo

Bragantino perde dois pênaltis e fica no 1 a 1 com São Paulo

O São Paulo desperdiçou a chance de dormir na liderança do Brasileiro. Raul balançou as redes para o Bragantino, Luciano deixou tudo igual

9 set 2020
21h13
atualizado às 21h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Tricolor não fez boa partida no Morumbi (Foto: RENATO GIZZI/Photo Premium/Lancepress!)
Tricolor não fez boa partida no Morumbi (Foto: RENATO GIZZI/Photo Premium/Lancepress!)
Foto: LANCE!

O São Paulo desperdiçou a chance de dormir na liderança do Campeonato Brasileiro. Recebendo o Red Bull Bragantino nesta quarta-feira, no Morumbi, o time do técnico Fernando Diniz novamente teve muitas dificuldades para superar o adversário pelo qual já havia sido derrotado no Campeonato Paulista, tendo de se conformar com o empate em 1 a 1. Raul balançou as redes para a equipe de Bragança Paulista. Luciano deixou tudo igual para o Tricolor.

Com o resultado, o São Paulo foi a 17 pontos e pode perder a vice-liderança da competição com o complemento da rodada. Atlético-MG, Vasco e Flamengo têm 14 pontos e, dependendo do resultado, podem deixar o Tricolor para trás. O Red Bull, que desperdiçou dois pênaltis, um com Claudinho e outro com Arthur, segue na zona de rebaixamento.

Agora, o São Paulo volta suas atenções para o clássico contra o Santos, no próximo sábado, na Vila Belmiro. Será a última partida da equipe antes do duelo com o River Plate, na quinta-feira da semana seguinte, no Morumbi.

O jogo - Logo aos cinco minutos de partida o São Paulo quase abriu o placar com Brenner. Juanfran fez o cruzamento pela direita e o atacante cabeceou por cima do goleiro, no entanto, Realpe apareceu para tirar em cima da linha e frustrar os donos da casa. O Red Bull Bragantino respondeu logo no minuto seguinte com Ytalo, que recebeu pela direita e chutou forte, mas Volpi defendeu.

Mais consciente com a bola no pé, o São Paulo até conseguia abrir caminhos para chegar ao gol, mas faltava um pouco mais de capricho nas finalizações. Aos 24 minutos, Vitor Bueno cruzou pela esquerda, Igor Gomes desviou, e a bola sobrou para Brenner, que desta vez cabeceou no travessão.

Pouco depois, o Tricolor, enfim, abriu o placar em chute de Reinaldo, que contou com o desvio de Brenner. Porém, com o auxílio do VAR, o árbitro marcou impedimento corretamente. Antes de as equipes irem para o intervalo, o São Paulo ainda teve mais uma chance de ficar à frente no marcador, mas Reinaldo, em chute forte, acabou balançando as redes pelo lado de fora.

Segundo tempo

Na etapa complementar, Fernando Diniz promoveu mudanças. Hernanes entrou na vaga de Gabriel Sara e chegou à marca de 300 jogos com a camisa do São Paulo, enquanto Paulinho Boia substituiu Vitor Bueno. Porém, foi o Red Bull quem abriu o placar. Logo aos sete minutos, Reinaldo deu condição, e Arthur recebeu livre na direita. O camisa 7 foi para cima e tocou para Raul, que, também sem marcação, bateu para fazer 1 a 0.

Já aos 15 minutos, o árbitro marcou falta para o Red Bull Bragantino após a bola tocar no braço de Luciano. Na cobrança, a bola novamente bateu no braço do atacante são-paulino e, com o auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti. Claudinho bateu, mas mandou para fora, desperdiçando uma ótima oportunidade de encaminhar a vitória no Morumbi.

Daí em diante, o São Paulo foi com tudo para cima do Red Bull Bragantino, da forma que podia, um tanto quanto desorganizado. Mas, foi desse jeito que os donos da casa acabaram chegando ao empate. Após lançamento de Léo, Cleiton cometeu falha grotesca, saindo errado, e Luciano acabou ficando com a sobra para, sem goleiro, precisar apenas completar para o fundo das redes.

Antes do apito final, o Red Bull Bragantino ainda teve mais um pênalti para garantir a importante vitória fora de casa. Desta vez, Arthur foi para a cobrança, mas o camisa 7 também acabou desperdiçando, carimbando a trave de Tiago Volpi. Desta forma, o empate, apesar de não ser o resultado ideal, saiu barato para o Tricolor.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 1 RED BULL BRAGANTINO

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 9 de setembro de 2020, quarta-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)

VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP)

Gol: Raul, aos 7 do 1ºT (Red Bull); Luciano, aos 32 do 2ºT (São Paulo).

Cartões amarelos: Edimar, Ryler (Red Bull Bragantino); Luciano, Lucas Perri (São Paulo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Hernanes) e Igor Gomes (Carneiro); Vitor Bueno (Paulinho Boia), Brenner (Helinho) e Luciano.

Técnico: Fernando Diniz

RED BULL BRAGANTINO:  Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Léo Realpe (Ligger) e Edimar; Ryler, Claudinho e Matheus Jesus (Raul); Tubarão (Lucas Evangelista), Artur (Uillian Correia) e Ytalo (Alerrandro)

Técnico: Maurício Barbieri

Veja também:

Momento ruim de Corinthians e Palmeiras no Brasileiro são destaques da Coluna de Vídeo
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade