PUBLICIDADE

Blatter alega "razões pessoais" e desfalca final pela 1ª vez

30 jun 2015 15h29
| atualizado às 17h58
ver comentários
Publicidade

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, não vai viajar para Vancouver, no Canadá, para assistir à final da Copa do Mundo feminina em no próximo domingo e disse aos organizadores que razões pessoais o impedem de ir. A decisão deste ano será disputada pelos vencedores de Estados Unidos x Alemanha e Japão x Inglaterra.

As informações foram divulgadas nesta terça-feira por Richard Cullen, advogado de Blatter que ainda disse que não iria comentar além do que o suíço falou aos organizadores.

Joseph Blatter compareceu a todas as finais da Copa do Mundo Feminina na história
Joseph Blatter compareceu a todas as finais da Copa do Mundo Feminina na história
Foto: Mike Hewitt / Getty Images

Altos dirigentes da Fifa, sediada em Zurique, foram acusados de corrupção nos Estados Unidos em maio, e Blatter ficou sob pressão para renunciar. No início de junho, ele renunciou e convocou novas eleições, poucos dias depois de ter sido reeleito para um quinto mandato.

Será a primeira vez que Blatter não entregará o troféu aos vencedores da competição feminina, que é realizada a cada quatro anos, desde que se tornou presidente da Fifa em 1998.

 
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade