PUBLICIDADE

Árabes quitam salários de Romarinho e frustram o Corinthians

Atacante vai permanecer no Al-Ittihad e cumprir seu contrato até o final de 2022

15 jun 2020 14h21
| atualizado às 14h27
ver comentários
Publicidade

O Al-Ittihad acertou as pendências com Romarinho. A Gazeta Esportiva apurou que o clube da Arábia Saudita não vinha pagando os salários do jogador, que ameaçou solicitar a rescisão de contrato na Fifa. No entanto, os valores foram quitados, frustrando as expectativas de torcedores do Corinthians que sonhavam com o retorno do atacante.

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Gazeta Esportiva

A notícia de que Romarinho poderia ficar livre no mercado agitou diversos corintianos nas redes sociais na última quinta-feira. Uma parcela da torcida demonstrava empolgação com as chances de ter o jogador de volta. Havia também quem apontasse que os salários do atacante estavam acima da realidade do clube, que atualmente passa por dificuldades financeiras.

Romarinho vestiu a camisa alvinegra entre os anos de 2012 e 2014 e ficou conhecido por se destacar em jogos decisivos. Logo em sua primeira temporada pelo clube, o jogador teve papel importante na conquista inédita da Copa Libertadores, marcando o gol de empate do Corinthians contra o Boca Juniors, na Bombonera, pela jogo de ida da final.

Após se despedir do Timão, o atacante seguiu para o futebol árabe. O primeiro desafio foi no El-Jaish, do Catar, entre 2014 e 2017, quando Romarinho se despediu de Doha e partiu para os Emirados Árabes, primeiro no Al-Jazira e agora no Al-Ittihad.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade