4 eventos ao vivo

Aguirre lamenta mudança do plano tático após entrar com 3 zagueiros

13 abr 2018
00h42
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico Diego Aguirre lamentou o fato de ter sido forçado a mudar a estratégia de sua equipe nesta quinta-feira por conta da expulsão de Rodrigo Caio. O comandante uruguaio alegou que o plano era segurar os adversários no primeiro tempo com a linha de três zagueiros para, posteriormente, com alguma substituição, tentar surpreender os Canallas no estádio Gigante de Arroyito, na Argentina.

"Nossa ideia no primeiro tempo era nos defender bem, controlar o jogo e tentar ganhar com alguma mudança tática. No primeiro tempo fomos bem, mas não pudemos fazer o que nós imaginávamos por conta da expulsão", comentou Aguirre ao SporTV.

Antes da expulsão de Rodrigo Caio, os planos do São Paulo já haviam sido modificados por conta de Reinaldo. O lateral-esquerdo saiu de campo lesionado logo aos 15 minutos, sendo substituído por Lucas Fernandes. Sem nenhum outro atleta à disposição no setor, Aguirre decidiu deslocar Liziero para fazer a função do camisa 14.

"A expulsão do Rodrigo Caio surpreendeu, condicionou toda a ideia tática que tínhamos. A perda do Reinaldo tentamos suprir com Liziero, mas logicamente tínhamos uma expectativa diferente para o segundo tempo. As mudanças que fizemos vínhamos trabalhando há 15 dias, com linha de três [zagueiros], linha de quatro. Os jogadores sabiam o que tinham que fazer e defenderam bem", prosseguiu.

A dedicação defensiva do São Paulo foi necessária para o time manter o 0 a 0 no placar, contudo, ao mesmo tempo, foi a responsável por comprometer o rendimento dos comandados de Aguirre no setor ofensivo. Tendo de correr em dobro com um jogador a menos, o Tricolor até ameaçou os rivais na etapa complementar, porém, na visão do treinador, poderia ter feito muito mais.

"Faltou um pouco de força para buscar a vitória no segundo tempo. No momento que estávamos melhor no jogo, que começamos a controlar a bola, aconteceu o episódio do Rodrigo Caio. São coisas do futebol, temos que continuar trabalhando, porque o time tem muito a melhorar. Mas fico satisfeito pela entrega, pela solidariedade. Isso eu valorizo muito", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade