PUBLICIDADE

Só no Brasil? Estádio de NFL com verba pública gera polêmica

11 fev 2015 11h29
ver comentários
Publicidade
<p>Projeto do possível novo estádio do St Louis Rams; ele seria construído com dinheiro público</p>
Projeto do possível novo estádio do St Louis Rams; ele seria construído com dinheiro público
Foto: Divulgação

Desde 2007, ano em que o Brasil foi escolhido para sediar a Copa do Mundo de 2014, um questionamento um tanto quanto controverso passou a tomar conta dos noticiários esportivos: é certo usar dinheiro público para a construção ou reforma de estádios? A resposta é praticamente unanimidade. Mas, mesmo assim, ainda gera grande polêmica no País que gastou bilhões e sofreu com atrasos para sediar o principal torneio de futebol do planeta.

No entanto, engana-se quem pensa que é só no Brasil que se discute a utilização de dinheiro público para a reforma ou construção de estádios. Tal polêmica chegou aos Estados Unidos, país que também é apaixonado por futebol – mas aquele praticado com as mãos. E é exatamente uma das 32 franquias da NFL, principal liga de futebol americano do planeta, que tem protagonizado controvérsia.

Tudo começou quando Stan Kroenke, proprietário do St. Louis Rams, anunciou planos para construir um estádio de 80 mil lugares em Los Angeles – como parte da intenção de levar a franquia de volta à cidade que representou entre 1946 e 1994. Contudo, autoridades de St.Louis se uniram e resolveram desenvolver um estímulo para que a equipe permanecesse no local em que está há pelo menos 20 anos. A proposta? Criar um estádio de 64 mil lugares no centro da cidade – o Edward Jones Dome, atual casa dos Rams, passaria a ser inutilizado.

<p>Novo estádio dos Rams ficaria a alguns metros do Edward Jones Dome</p>
Novo estádio dos Rams ficaria a alguns metros do Edward Jones Dome
Foto: Divulgação

Para dar mais “força” à ideia, nesta terça-feira, o governador de Missouri, Jay Nixon, anunciou acordo com uma empresa de energia elétrica e ferroviária para a construção do estádio em St. Louis. O problema, contudo, é que, de acordo com o projeto, tanto as torres de energia quanto a ferrovia do centro da cidade teriam de ser removidas a fim de acomodar a nova arena. E isto tudo custaria aproximadamente R$ 1,3 bilhão aos cofres públicos.

O Daily Mail não perdoou a possibilidade de se gastar tanto dinheiro público para a construção de um estádio – que receberia no máximo oito jogos por temporada da NFL. “A criação deste estádio seria uma ideia absolutamente terrível”, diz o jornal. “O projeto significaria pagar um enorme subsídio a um negócio muito rentável, mas que ofereceria benefícios mínimos ao público. A cidade daria muito dinheiro e receberia pouco. Aqui está o motivo de St. Louis deixar os Rams irem para Los Angeles”, completa.

A publicação está certa? Comente abaixo!

<p>Edward Jones Dome, atual estádio do St.Louis Rams, deve ser inutilizado</p>
Edward Jones Dome, atual estádio do St.Louis Rams, deve ser inutilizado
Foto: Dilip Vishwanat / Getty Images
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade